01 - CAMPUS MARINGÁ 3. TESES E DISSERTAÇÕES PROMOÇÃO DA SAÚDE
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/956
Tipo: Dissertação
Título: Uso de tabaco por mães no período da gestação e amamentação: relação do consumo de tabaco pelos filhos quando adultos e análise química do leite materno
Autor(es): BRAGHINI, Fernanda
Primeiro Orientador: GONÇALVES, José Eduardo
metadata.dc.contributor.advisor-co1: BERNUCI, Marcelo Picinin
Abstract: O tabaco é considerado uma das maiores causas de mortes evitáveis no mundo, e quando associado à gravidez e lactação, acarreta em sérios prejuízos não só para a saúde da mãe, mas também para o desenvolvimento fetal e saúde da criança. Nesta dissertação são apresentados dois artigos: o primeiro está relacionado à influência que o tabagismo dos pais exerce sobre os filhos, onde estudos demonstraram que a porcentagem é maior de filhos que fumam quando tem a influência direta dos pais, e principalmente das mães fumantes, principalmente quando o ato de fumar é feito dentro de casa, evidenciando assim que existe uma conexão direta entre o hábito de fumar dos pais com os filhos; e o segundo evidencia a influência do tabaco na qualidade do leite humano das mães usuárias e usuárias passivas, principalmente quando comparados com o leite de mães não usuárias de nenhum tipo de substância lícita ou ilícita, que estavam no mesmo período de lactação. Este último estudo mobilizou um grupo de mães interessadas em saber a composição química de seu leite. Sabemos que fatores externos como alimentação da mãe e período sazonal interferem na concentração dos componentes do leite materno, porém, observamos uma possível relação que o tabaco tem com as alterações dos componentes do leite materno, pois o leite humano de todas as mães fumantes e fumantes passivas analisadas, possui valores de acidez, pH, teor de creme, valor calórico, lactose e sódio superiores quando comparados ao leite humano das mães não fumantes. Já a concentração de proteínas no leite humano das mães fumantes foi significativamente inferior ao observado nas mães não fumantes.Além do mais, obtivemos através da cromatografia gasosa por espectrometria de massas a presença de nicotina e cotinina nas amostras das mães fumantes, comprovando que os agentes tóxicos do cigarro podem estar presentes no leite humano, podendo ser este um fator determinante para a dependência do tabaco, devido ao contato com a nicotina, incentivando a criança tornar-se um fumante regular na fase adulta.
Palavras-chave: Cigarro
Lactação
Mães fumantes
Tabaco
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/956
Data do documento: 30-Dez-2017
Aparece nas coleções:PROMOÇÃO DA SAÚDE

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FERNANDA BRAGHINI.pdfDissertação2.63 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.