01 - CAMPUS MARINGÁ 3. TESES E DISSERTAÇÕES PROMOÇÃO DA SAÚDE
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/952
Tipo: Dissertação
Título: Percepção das adolescentes sobre a infecção do HPV e seus fatores de risco: reflexão sobre a utilização das TIC no controle da transmissao do HPV
Autor(es): SANTOS, Carolina Arnaut Dos
Primeiro Orientador: BERNUCI, Marcelo Picinin
metadata.dc.contributor.advisor-co1: MACUCH, Regiane da Silva
Abstract: Objetivo: Avaliar a percepção das adolescentes sobre a infecção do HPV e seus fatores de risco. Métodos: Estudo descritivo realizado nas escolas da rede Estadual do Município de Maringá/PR. A população alvo correspondeu a meninas com idade entre 13 a 14 anos (n = 1403) matriculadas no 9º ano nas 28 escolas do Município. As escolas foram classificadas em três níveis de acordo com a nota da prova Brasil para análise amostral aleatória estratificada de conglomerados. 09 escolas foram sorteadas e 230 alunas responderam um questionário semiestruturado sobre a transmissão do HPV e sua relação com o câncer de colo de útero (CCU). Resultados: 96% das meninas que responderam ao questionário apontaram que a transmissão do HPV ocorre durante a relação sexual e destas 57% acreditam que é relação sexual sem preservativo e para 48% delas apenas as mulheres podem se infectar. A maioria (88%) das respondentes acredita que o HPV pode causar CCU. As informações sobre o HPV e meios de prevenção foram obtidas por elas em postos de saúde (74%, 68%, respectivamente) e TV (70%, 43%, respectivamente). 76% das respondentes tomaram a vacina contra o HPV, cuja decisão foi devido a uma ordem da mãe (50%) e medo de se infectar com o vírus e desenvolver CCU (42%). Metade das meninas que tomaram vacina acredita que: nunca iriam contrair o HPV; não precisariam usar preservativo durante a relação sexual; estariam protegidas completamente contra o CCU; não precisariam realizar outros exames como o preventivo de CCU. As adolescentes católicas com 13 anos de idade obtiveram melhores escores nas respostas em comparação àquelas evangélicas com 14 anos de idade. O conhecimento sobre o HPV e sua relação com o CCU foram significativamente associados à tomada de decisão de aderir à campanha de vacinação. 94% das meninas possui celular com acesso à internet e 90% destas utilizam o Facebook, Whatsapp e Youtube. Conclusão: O conhecimento sobre o HPV e sua relação com o CCU é relevante para a adesão das adolescentes na vacinação contra o HPV, porém ainda há limitações quanto às informações sobre a transmissão do vírus e meios de prevenção. Como estas adolescentes demonstram habilidade em utilizar as TIC em seu cotidiano, sugerimos a utilização desta tecnologia como veículo de informações sobre a transmissão do HPV.
Palavras-chave: HPV
Promoção da Saúde
Tecnologia da informação
Comunicação.
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/952
Data do documento: 30-Dez-2017
Aparece nas coleções:PROMOÇÃO DA SAÚDE

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CAROLINA ARNAUT DOS SANTOS.pdfDissertação817.2 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.