01 - CAMPUS MARINGÁ 3. TESES E DISSERTAÇÕES PROMOÇÃO DA SAÚDE
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/951
Tipo: Dissertação
Título: Nível de atividade física e percepção do estilo de vida de pacientes pré-cirurgia bariátrica
Autor(es): ALEXANDRINO, Eduardo Gauze
Primeiro Orientador: BERTOLINI, Sônia Maria Marques Gomes
metadata.dc.contributor.advisor-co1: MASSUDA, Ely Mitie
Abstract: A obesidade mórbida é um estado grave e potencialmente mortal devido a associação com as outras doenças. Quando os métodos convencionais de tratamento são insuficientes a cirurgia bariátrica tem sido indicada. Neste caso, para que o paciente seja considerado apto para este procedimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é necessário que ele demonstre condições para adotar um estilo de vida classificado como adequado, posterior à intervenção cirúrgica. No entanto, existem evidências que após 24 meses esses pacientes tem apresentado reganho de peso excessivo. Existe consenso científico que aponta o estilo de vida inadequado como causa deste processo. Este estudo teve como objetivo identificar as características sociodemográficas, a percepção do estilo de vida e o nível de atividade física dos pacientes obesos pré-cirurgia bariátrica. Trata-se de uma pesquisa de abordagem quantitativa, do tipo transversal. A amostra foi composta por 96 pacientes obesos mórbidos pré-cirurgia bariátrica, sendo 84 do sexo feminino e 12 do sexo masculino, do município de Paranavaí, Paraná. A coleta dos dados foi feita por meio de questionários. Inicialmente utilizou-se um questionário para conhecimento das características sociodemográficas da amostra e a seguir para a investigação das variáveis percepção do estilo de vida e nível de atividade física foram aplicados respectivamente o Questionário Estilo de Vida Fantástico e o Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ), forma curta.. A média de idade dos pacientes foi de 40,3±11,45anos. A maior porcentagem era casada (45,8%), morava acompanhada (88,5%), era ativa ocupacionalmente (67,7%), recebia entre 2 e 3 salários mínimos (52,1%) e tinha ensino médio ou superior incompleto (38,5%). O nível inadequado de atividade física avaliado pelo IPAQ foi verificado em 47,8% dos pacientes e o domínio atividade física do questionário estilo de vida foi pontuado como inadequado pela maioria dos entrevistados (79,2%). Foram encontradas diferenças estatisticamente significantes entre o tempo de prática de atividade física semanal dos praticantes e não praticantes na adolescência (p=0,046). Também foram observadas diferenças significantes em relação à frequência de atividade física dos pacientes que apresentavam ou não doenças crônicas (p=0,007), eram ativos ou inativos ocupacionalmente (p=0,018) e moravam sozinhos ou acompanhados (p=0,026). O estilo de vida foi considerado adequado em apenas 30,2% dos pacientes. Os maiores percentuais de inadequação foram encontrados nos domínios nutrição (100%) e atividade física (79,2%). Verificou-se associação estatisticamente significativa entre a classificação adequada do estilo de vida e o nível de atividade física (p=0,010), assim como com a prática de atividade física (p=0,012). Conclui-se que a maioria dos pacientes obesos pré-cirurgia bariátrica apresenta uma percepção de estilo de vida inadequada, apesar de terem sido considerados aptos à cirurgia bariátrica. Os resultados indicam ainda, que a prática da atividade física e a nutrição são os domínios que exercem maior impacto no estilo de vida desses pacientes e que a realização de atividades físicas na adolescência pode contribuir para a adoção de um comportamento mais ativo na idade adulta, o que pode representar uma ferramenta fundamental para promoção da saúde, a ser considerada com os pacientes após a cirurgia bariátrica.
Palavras-chave: atividade motora
estilo de vida
obesidade
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/951
Data do documento: 30-Dez-2017
Aparece nas coleções:PROMOÇÃO DA SAÚDE

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EDUARDO GAUZE ALEXANDRINO.pdfDissertação2.07 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.