EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica IV EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (19 a 22 de Outubro de 2005)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7669
Tipo: Artigo
Título: BOAS PRÁTICAS EM LABORATÓRIO E SERVIÇOS DE SAÚDE
Autor(es): RIBAS, Rejane Cristina
ZARPELON, Ana Carla
MONTEMEZZO, Ana Paula
AZEVEDO, Caroline de
DEMARCH, Raquel
Resumo: O tema Boas Práticas em Laboratório e Serviços de Saúde abrange várias áreas de atuação, desde os projetos físicos do laboratório até o treinamento dos funcionários e o comportamento destes dentro do ambiente de trabalho. Isto se faz necessário, para que os trabalhadores entendam os riscos que o local possa oferecer, garantindo qualidade do produto e do serviço oferecido. No decorrer do desenvolvimento deste trabalho, já apresentado às turmas de primeiro e segundo ano de biomedicina, compreendemos a necessidade que os profissionais da área da saúde têm em entender os riscos à que estão expostos proporcionando um maior interesse em procedimentos operacionais, tais como, regras de funcionamento, instalações, equipamentos de proteção individual e coletiva, manuseio, armazenamento e descarte de resíduos. Para que as práticas sejam realizadas com segurança em um laboratório, é necessário o reconhecimento dos perigos que o local oferece e a partir disto, a elaboração de um manual a ser seguido pelos empregados. Este é de responsabilidade do diretor ou técnico responsável pelo laboratório, ficando a cargo destes também o treinamento dos funcionários. Cada indivíduo que exerça alguma função dentro do laboratório deve atuar de maneira consciente, colaborando com as normas propostas, garantindo assim a segurança não só de si próprio, mas também, do meio ambiente. Certos materiais, como os produtos biológicos devem ser manipulados em cabines de segurança, conforme os riscos ambientais. Para saber o destino e o tratamento dos resíduos, é necessário classificá-los em A- biológicos, B- químicos, D- radioativos e E- lixo comum, essa classificação é realizada pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente. Outros cuidados que devem ser tomados, dizem respeito à prevenção de acidentes, como exemplos: proibição do reencapeamento de agulhas; nunca sobrecarregar o limite de trabalho; utilização de pá e vassoura para recolher os cacos de vidro. Considerando que este trabalho foi uma pesquisa bibliográfica, não detém de resultados experimentais. As apresentações nos possibilitaram entender e esclarecer as dúvidas dos alunos assim como estabelecer parâmetros de grande relevância dentro de um ambiente de trabalho na área de saúde. A aplicação das boas práticas laboratoriais diminuem os riscos de acidentes, aperfeiçoam-nas e aumentam a produtividade, bem como enobrecem a qualidade do produto e do ambiente.
Palavras-chave: Laboratório
Prevenção
Segurança
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7669
Data do documento: 19-Out-2005
Aparece nas coleções:IV EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (19 a 22 de Outubro de 2005)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
rejane_cristina_ribas.pdf12.22 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.