EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica V EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica ( 23 a 26 de Outubro de 2007)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7048
Tipo: Artigo
Título: A UTILIZAÇÃO DE FARMACOTERAPIA NO ALCOOLISMO COM O OBJETIVO DE TRATAMENTO
Autor(es): SILVEIRA, Darieli Regina
NOGUEIRA, Franciele
SABADINI, Daniela
Resumo: O presente trabalho propõe-se a demonstrar o tema referente ao alcoolismo incluindo os principais fármacos que são utilizados no tratamento desta doença concomitantemente com o tratamento psicológico. O alcoolismo é uma doença que apresenta vários problemas familiares, sociais e biológicos ao indivíduo dependente e que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, contudo, o tratamento mais recomendado no momento é o farmacológico associado à ajuda psicológica. A Abordagem Comportamental é a linha da Psicologia que mais satisfaz neste tratamento. O objetivo deste trabalho é descrever os processos de desintoxicação dos indivíduos que são acometidos pela dependência de álcool, como também fazer um levantamento dos principais fármacos utilizados em tal processo. A metodologia utilizada é a revisão bibliográfica que se baseia essencialmente em livros específicos em farmacologia e em farmacoterapias para o tratamento do alcoolismo. O trabalho em si descreve as ações tóxicas do uso e abuso de álcool sobre organismo do indivíduo, portanto, agindo mais exatamente no Sistema Dopaminérgico Mesolímbico, tais ações estão diretamente ligadas ao sistema de neurotransmissão neuronal mais especificamente com o GABA-A, que é responsável pela neurotransmissão inibitória e com o receptor Glutamato N-metil-d-aspartato que realiza a neurotransmissão excitatória, neste sistema neuronal o processo envolvido é o de recompensa, pois há o aumento excessivo da liberação de Dopamina. Entre os fármacos mais recomendados no processo de desintoxicação encontra-se a Naltrexona, o Nalmefene e o Acamprosato, porém, nos EUA apenas dois fármacos são aprovados para o tratamento o Naltrexona e o Dissufiram. Portanto, tal trabalho deixa claro que na atualidade não há nenhuma farmacologia específica para tal tratamento e, portanto à cura definitiva ainda não se encontra ao alcance. Este trabalho pode ser interessante para uma futura pesquisa mais aprofundada em relação ao tema tanto para estudantes quanto para indivíduos acometidos por esta doença.
Palavras-chave: Alcoolismo
Fármacos
Desintoxicação
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7048
Data do documento: 19-Out-2005
Aparece nas coleções:V EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica ( 23 a 26 de Outubro de 2007)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
darieli_regina_silveira.pdf11.92 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.