EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica V EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica ( 23 a 26 de Outubro de 2007)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7045
Tipo: Artigo
Título: DO CHOCANTE AO DESAFIO: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA COM JOVENS INFRATORES
Autor(es): ALVES, Danielli
ROSA, Maíra de Ângeles Garcia
SCARABELOT, Leila Jackeline
SCHULZ, Fernanda Maria
GOMES, Geni Col
Resumo: Este Trabalho trata de um relato de experiência que ocorreu no Centro de Referência Sócio-Educativo em Maringá, Paraná, com adolescentes que freqüentavam em 2004 o Programa Liberdade Assistida (medidas sócio-educativas para adolescente que cometeram algum ato infrator, dentre elas, obrigações de reparar o dano, prestação de serviços à comunidade). O Programa Liberdade Assistida, através da equipe multiprofissional oferece, entre outras atividades, encontros semanais com os adolescentes, para discutir temas diversificados, que possam contribuir para o resgate da cidadania de cada integrante do grupo. A maioria deles proveniente de famílias disfuncionais, sofrido diferentes tipos de violências, desafetos, envolvimento com drogas. OBJETIVO: Com base em alguns pressupostos da Psicologia Social-Comunitária e estudos teóricos sobre jovens infratores, somados as observações sistemáticas e posteriormente participantes que aconteceram semanalmente durante três meses, levantou-se como temática geradora daquele grupo a necessidade de expressão da subjetividade. Deste modo, o objetivo da proposta de participação psicossocial, foi promover um espaço para expressão da subjetividade através da arte, com a possibilidade de reflexões sobre o cotidiano daqueles adolescentes. METODOLOGIA: Para atingir o objetivo foram realizadas visitas uma vez por semana, todas as terças, com início as 2 da tarde e término às 3 da tarde, no período de três meses. Nas primeiras visitas, após o fim da reunião, era registrado tudo o que havia ocorrido durante as reuniões. RESULTADO: Foi utilizado como recurso didático pinturas de painéis, desenhos, colagens. Todos os adolescentes presentes no dia – aproximadamente dez – bem como as estagiárias e a psicóloga do Centro participaram da atividade oferecida. CONCLUSÃO: As atividades temáticas desenvolvidas propiciaram um rompimento com as rotinas do grupo de adolescentes e possibilitaram a este não só expressar-se como sujeitos de desejos e pensamentos, mas refletir sobre aspectos do cotidiano. Esta experiência proporcionou a equipe de alunas do segundo ano de psicologia, o rompimento de alguns preconceitos, um olhar para o outro como gente, gente que sente, que pensa, embora não se comporte conforme os padrões sociais esperados.
Palavras-chave: Jovens infratores
Participação psicossocial
Psicologia social
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7045
Data do documento: 19-Out-2005
Aparece nas coleções:V EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica ( 23 a 26 de Outubro de 2007)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
danielli_alves2.pdf12.23 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.