EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica VI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (27 a 30 de Outubro de 2009)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6122
Tipo: Artigo
Título: ALEITAMENTO MATERNO: PARADIGMA DE MÃES ACADÊMICAS DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR
Autor(es): ORITA, Patrícia Tiemi Kikuti
GOMES, Cristiane Faccio
OLIVEIRA, Kézia de
Resumo: O aleitamento materno em pesquisas cientificas e teorias acadêmicas, são representadas como uma temática recorrente e valorizada. Entretanto, é possível visualizar que as práticas destes conhecimentos para a totalidade dos indivíduos, encontram- se ambiguamente permeados por necessidades de exigências profissionais, devido às variações estruturais familiares da atualidade, que superiormente aprecia a mulher no espaço social de maneira distinta sobre seus atributos maternos e domiciliares. Quando articula- se o aleitamento materno exclusivo às Instituições de Educação Superior, especialmente na área da saúde, é possível evidenciar que a informação no campo do saber não se mantém restrita, e este ensejo faz- se discorrer sobre a junção do aleitamento materno e as mães que cursam graduação. Lactantes com empregos paralelos aos estudos são beneficiadas pelas leis trabalhistas e os empregadores que respeitam tais dispositivos legais, facilitam o aleitamento e incentivam o cuidado com os bebes, mas esta realidade nem sempre é valorizada e não se estende as Instituições de Ensino Superior, o qual dificulta a retomada da rotina universitária e principalmente a continuidade da amamentação. Durante a duplicidade de sentimentos, estas mães experimentam a indução em que se faz caminhar a sociedade que estima as atuações profissionalizantes. Apesar de tais pressupostos, estas representam o aleitamento materno como um ato de satisfação pessoal e amor incondicional por seus filhos e o cessar deste vinculo, além de abrandar as fontes nutricionais ao lactente também é referido como um prejuízo próprio no universo que tange a realização materna. Sabe- se ainda que a permanência da mãe junto ao filho nos primeiros meses de vida estimula a prevalência do aleitamento materno e ambos usufruem de saúde física e mental, por isso a questão necessita ser repensada como uma prioridade na sociedade, com intuito de instigar os indicadores de saúde e período estendido da licença maternidade. Tais fatores incitaram o objetivo da presente proposta de pesquisa, em analisar e interpretar as representações sociais das graduandas que amamentaram durante o período de graduação. A metodologia selecionada trata- se da pesquisa descritiva quantitativa em que visa- se coletar os dados através de um formulário com questões referentes às condições sócio-econômicas e culturais das graduandas, seguido de entrevistas com roteiro pré elaborado para obtenção de relatos orais através do uso de gravador para posterior transcrição, análise e interpretação. Para tanto, as questões fechadas serão dispostas em gráficos estatísticos e as questões abertas, pretende- se discuti- las com a literatura atual baseada na temática proposta. Espera- se que os dados coletados na pesquisa, traduzam as reais necessidades destas mães e que seja possível assim, cogitar possibilidades distintas para facilitar a trajetória destas, durante o período de graduação e que a prática fortaleça as teorias repassadas sobre o AME nas Instituições de Ensino Superior, com enfoque na saúde e acréscimo ao desenvolvimento materno- infantil.
Palavras-chave: Aleitamento materno
Educação superior
Lactante
CNPq: .
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6122
Data do documento: 27-Out-2009
Aparece nas coleções:VI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (27 a 30 de Outubro de 2009)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Patricia_Tiemi_Kikuti_Orita.pdfTrabalho apresentado no VI Encontro Internacional de Produção Cientifica (27 a 30 de outubro de 2009)52.93 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.