EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica VI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (27 a 30 de Outubro de 2009)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6072
Tipo: Artigo
Título: A PERSONALIDADE FÁLICA EM MUHERES: UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO
Autor(es): SOCREPPA, Maria Carolina Bittencourt
SERON, Camila
MILANI, Rute Grossi
PARRÉ, Rosana Ravelli
Resumo: Diante da evolução social, as mulheres têm ocupado, cada vez mais, os espaços que eram considerados masculinos perante a sociedade antiga, na qual as mulheres não possuíam voz para lutarem por seus direitos. Com o advento do capitalismo, as mulheres invadem o mundo masculino e acabam com a separação entre o mundo privado e o público; esta simples mudança traz as mais profundas consequências, como a cisão da ideia de que somente o pai mandava e a mãe, obedecia. Essas mudanças tendem a influenciar a identidade feminina. Para que a identidade feminina seja estabelecida, faz-se necessário que tenha como base a formação de uma personalidade primitiva. Tais processos de desenvolvimento do psiquismo vão se somar às grandes transformações sociais, nas quais as mulheres contemporâneas vêem assumindo cada vez mais atividades profissionais que exigem algum posicionamento e a tomada de decisões importantes; o que contribui para um novo perfil de identidade e personalidade feminina, no qual muitas mulheres além de serem mães de família são também profissionais de sucesso. Assim, questiona-se, se o desenvolvimento primitivo da personalidade influencia a formação de uma estrutura fálica nas mulheres e quais seriam as consequências para a saúde psíquica dessas mulheres que desenvolvem uma estrutura de personalidade fálica. O psicanalista Gonçalves (2006 apud Vasconcelos, 2008) define mulher com estrutura de personalidade fálica, mais conhecida, como mulheres fálicas, como sendo uma linguagem aproximativa para qualificar uma mulher com traços de caráter pretensamente masculinos, autoritária, mas sem saber quais são exatamente as suas fantasias subjacentes; ainda, segundo o autor, é mais comum encontrar esse “tipo” de mulher em profissões como empresárias e políticas. Para a realização deste projeto, buscar-se-á literaturas nacionais e internacionais da área da psicanálise, através das bases de dados eletrônicas como artigos científicos e livros, como alguns volumes das obras completas de Freud e também das obras de Melanie Klein. Através deste estudo será possível entender melhor a mulher atual que possui uma estrutura de personalidade fálica; além de possibilitar um auxílio compreensivo aos profissionais da psicologia no trabalho psicoterapêutico.
Palavras-chave: Desenvolvimento da personalidade
Mulher
Psicanálise
CNPq: .
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6072
Data do documento: 27-Out-2009
Aparece nas coleções:VI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (27 a 30 de Outubro de 2009)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maria_Carolina_Bittencourt_Socreppa.pdf50.88 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.