EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica VI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (27 a 30 de Outubro de 2009)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6071
Tipo: Artigo
Título: CARACTERIZAÇÃO DO PERFIL LIPÍDICO E FATORES DE RISCO PARA O DESENVOLVIMENTO DE ATEROSCLEROSE EM UNIVERSITÁRIOS
Autor(es): GAZOLA, Maria Auusta Furlanetto
CAITANO, Jéssica Zirondi
COSTA, Fábio Yoiti Dias da
TESSAROLLO, Cinthia Mara Paiva
MIRANDA JÚNIOR, João
RAMOS, Edivan Rodrigo de Paula
Resumo: Considerando que universitários apresentam estilo de vida pró-aterogênico, este trabalho objetivou identificar e caracterizar os fatores de risco para o desenvolvimento de aterosclerose nestes estudantes. Para isto, foi realizada a determinação do perfil lipídico em 190 acadêmicos com idade inferior a 30 anos de um Centro Universitário. A dosagem do colesterol total (CT), triglicérides (TG) e colesterol-HDL foi realizada através de metodologia enzimático-colorimétrica, e do colesterol-LDL, indiretamente através da fórmula de Friedwald. As variáveis sócio-econômicas, estilo de vida e patológicas foram obtidas através de questionário impresso. Os resultados foram descritos de forma quantitativa e analisados pelo teste exato de Fisher (p<0,05) e teste de Correlação de Yates (p>3,841). As prevalências encontradas para os principais fatores de risco foram: 51,6% (98) de ingestão de frituras em todas ou a maior parte das refeições; 3,2% (6) de tabagismo; 64,7% (123) de sedentarismo; 47,9% (91) de ingestão de bebidas alcoólicas. Em relação ao perfil lipídico, 3,2% (06) dos estudantes tinham hipertrigliceridemia, 12,1% (23) hipercolesterolemia sendo que 16 destes apresentaram colesterol-LDL elevado e 23,2% (44) tinham níveis séricos baixos para colesterol-HDL. A redução do colesterol-HDL mostrou-se significativamente associado aos estudantes do sexo masculino (p=0,001*), que apenas estudam (p=0,013*), consomem frituras na maior parte das refeições (p=0,002*), cujos pais ou responsáveis preparam suas refeições (p=0,025*), com IMC elevado (p=0,001*) e que não consomem medicamentos de uso contínuo (p=0,001*). Estes resultados mostram uma considerável prevalência de fatores de risco em jovens universitários indicando a necessidade de implantação de programas de atenção primária destinados a esta população.
Palavras-chave: Aterosclerose
Fatores de risco
Universitários
CNPq: .
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6071
Data do documento: 27-Out-2009
Aparece nas coleções:VI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (27 a 30 de Outubro de 2009)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maria_Augusta_Furlanetto_Gazola.pdf76.88 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.