EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica VI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (27 a 30 de Outubro de 2009)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6037
Tipo: Artigo
Título: OBTENÇÃO DE OÓCITOS E PRODUÇÃO DE EMBRIÕES IN VITRO EM VACAS NELORE SUPERESTIMULADAS COM FSH E eCG
Autor(es): ZANIBONI, Lisiane
SOUZA, Bianca Gregório de
RIGOLON, Luiz Paulo
CAVALIERI, Fábio Luiz Bim
Resumo: O experimento será realizado no Centro de Biotecnologia da Reprodução – BIOTEC. Onde serão avaliados a produção de oócitos e embriões de vacas Nelore produzidos in vitro, superestimuladas com FSH e ECG. Serão utilizadas 42 fêmeas adultas da raça ½ nelore proveniente do mesmo grupo genético, com idade entre 4 a 9 anos, com peso médio de 420 Kg de peso vivo, distribuídas aleatoriamente em três grupos. Grupo controle, Grupo eCG, Grupo FSH. Antes do inicio do período experimental, as vacas serão desverminadas com ivermectina e passaram por um período de adaptação de 45 dias, permanecendo em pastagem de grama estrela e acesso a água e sal mineral ad libifun. Os respectivos grupo receberão implante auricular contendo 3mg de Norgestomet no dia 0 associado a administração de 2mg de benzoato de estradiol via intramuscular. Os animais do grupo 2 receberão 5 e 6 dias após o implante, 30 UI de Hormônio Folículo Estimulante (FSH) a cada 12 horas. E os animais do grupo 3 receberão 5 dias após o implante, 1400 UI de Gonodotrofina Corionica Eqüina (eCG). No dia 7 será retirado os implantes de todos animais e na sequência os ovários das vacas de cada grupo serão aspirados. A seguir os oócitos serão quantificados e classificados como bom, regular e ruim conforme descrito por Leibfried & First (1979) e então levado para maturação e fecundação. Na fecundação o sêmen utilizado será de touro da raça Nelore, descongelado em banho-maria a 35ºC. Após fertilização, os zigotos serão cultivados in vitro no meio SOF suplementado com SFB, com monocamada de células da granulosa. Então serão avaliados a taxa de clivagem, taxa de blastocisto e taxa de eclosão, classificando os embriões de cada grupo segundo a Sociedade Internacional de Transferência de Embriões (IETS). Para as análises estatísticas será feita análise de variância, aplicado o teste de F e em fatores de resultados significativos ao nível de 5%, será aplicado o teste T.
Palavras-chave: Oócitos
Hormônios
Embriões in vitro
CNPq: CNPq
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6037
Data do documento: 27-Out-2009
Aparece nas coleções:VI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (27 a 30 de Outubro de 2009)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Lisiane_Zaniboni.pdf53.46 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.