EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica VI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (27 a 30 de Outubro de 2009)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6020
Tipo: Artigo
Título: UTILIZAÇÃO DE POLIMORFISMOS DE BASE ÚNICA (SNPs) NA IDENTIFICAÇÃO DE DOENÇAS GENÉTICAS
Autor(es): FREITAS, Laís Caldeira de
OLIVEIRA, Alessandra Valéria de
Resumo: Os polimorfismos de base única (SNPs – Single Nucleotide Polymorphism) são a forma mais frequente de variação na sequência de DNA encontrada no genoma humano e podem ser definidos como regiões pontuais do DNA, onde a base nucleotídica seja variável na população. Os resultados mais simples para uma mutação em uma base única é a substituição de um nucleotídeo por outro, que é conhecido como polimorfismo de único nucleotídeo. Estes são caracterizados pelas variações genéticas que podem ocorrer quando um único nucleotídeo: adenina (A), timina (T), citosina (C) ou guanina (G) no genoma possuem sequências alteradas. Embora mais de 99% dos humanos possuam sequências de DNA que são as mesmas em toda a população, variações nas sequências de DNA podem ter um grande impacto sobre a forma como os seres humanos respondem a doenças, bactérias, vírus, toxinas, produtos químicos, drogas e outras terapias. A maioria dos SNPs não são responsáveis pelo estado de uma doença, em vez disso, eles servem como marcadores biológicos para a identificação de uma doença sobre o mapa do genoma humano, porque estão geralmente localizados perto de um gene encontrado para ser associado com certas doenças. A utilização dos SNPs pode também estar relacionado com o uso de marcadores para a construção de mapas genéticos, para localizar e identificar genes de importância funcional. Os marcadores moleculares correspondem a polimorfismos de DNA, variantes na sequência de nucleotídeos de membros individuais diferentes de uma população, que podem ser facilmente detectados, por serem tão numerosos. em um genoma. O objetivo deste trabalho é discutir como os polimorfismos de base única podem influenciar na identificação de doenças genéticas, analisando as variações presentes no genoma de cada indivíduo, e por fim expor como os polimorfismos poderiam ser úteis para prevenir um aumento na incidência de doenças genéticas, ou até mesmo na resposta a fármacos. Neste trabalho será realizada uma pesquisa exploratória, baseada em revisão bibliográfica referente à utilização dos SNPs na identificação de doenças genéticas. As fontes de informação utilizadas para este trabalho serão de artigos científicos, livros, periódicos e sites de pesquisa científica.
Palavras-chave: DNA
Marcadores moleculares
Variações genéticas
CNPq: CNPq
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6020
Data do documento: 27-Out-2009
Aparece nas coleções:VI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (27 a 30 de Outubro de 2009)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Lais_Caldeira_Freitas.pdf66.9 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.