01 - CAMPUS MARINGÁ 3. TESES E DISSERTAÇÕES TECNOLOGIAS LIMPAS E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - PPGTL
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/588
Tipo: Dissertação
Título: Eletrofloculação seguido pela adição de Moringa oleifera para o tratamento de efluentes de lagoa de vinhaça
Autor(es): NATAL, Jean Paulo Silva
Primeiro Orientador: VELHO, Luiz Felipe Machado
metadata.dc.contributor.advisor-co1: REIS, Adriano Valim
Abstract: Com o avanço industrial a geração de efluentes líquidos tem aumentado consideravelmente. A disposição inadequada destes resíduos pode prejudicar a saúde dos seres humanos e a qualidade ambiental. O setor sucroalcooleiro, por exemplo, é responsável pela geração de uma grande quantidade do efluente líquido denominado de vinhaça, que possui significativa quantidade de matéria orgânica, baixo pH, elevada corrosividade e altos índices de demanda bioquímica de oxigênio (DBO5). Diante disso, o objetivo geral desse trabalho consiste em utilizar a técnica de eletrofloculação em conjunto com a utilização das sementes de Moringa oleifera no tratamento de efluentes proveniente de lagoas de vinhaça. Foi utilizado na etapa de eletrofloculação o planejamento fatorial 32 como método de análise, nesta etapa avaliou-se a influência dos parâmetros: tempo e intensidade de corrente elétrica através dos valores de redução do (COT) e DBO5. Na etapa seguinte foram avaliadas diferentes quantidades do pó das sementes de M. oleifera. Foram utilizados como parâmetros para avaliação da eficiência do processo os valores de turbidez, carbono orgânico total COT e DBO5. Foi estabelecido como melhor condição de operação para etapa de eletrofloculação a combinação de tempo e intensidade de corrente elétrica em 90 minutos e 1 ampere (A). A etapa de eletrofloculação apresentou uma redução de 72% de COT, 36 % de DBO5 e 92 % de turbidez. Na etapa seguinte onde foram adicionados diferentes quantidades de pó das sementes de M. oleifera, a melhor condição de operação foi com a adição de 0,5 g.L-1 do pó das sementes de M. oleifera desengordurada, com eficiência de redução de 70 % DBO5 e 81% na turbidez. No entanto para o parâmetro COT nenhuma amostra apresentou resultados satisfatórios, devido ao incremento de matéria orgânica pela adição das sementes de M. oleifera no efluente. Ao avaliar a eficiência geral do processo (eletrofloculação aliada com a utilização das sementes) verificou-se para os parâmetros avaliados COT, DBO5 e turbidez uma redução significativa de 38 %, 80 % e 90 % respectivamente. Conclui-se que a utilização da técnica de eletrofloculação aliada à utilização das sementes de M. oleifera desengordurada é uma alternativa limpa e com grande potencial para o tratamento de efluentes de vinhaça.
Palavras-chave: Eletrofloculação
Biopolímeros
Moringa oleífera
Vinhaça
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/588
Data do documento: 19-Dez-2016
Aparece nas coleções:TECNOLOGIAS LIMPAS E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - PPGTL

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JEAN PAULO SILVA NATAL pdf.pdfDissertação1.98 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.