01 - CAMPUS MARINGÁ 3. TESES E DISSERTAÇÕES TECNOLOGIAS LIMPAS E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - PPGTL
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/587
Tipo: Dissertação
Título: O discurso da sustentabilidade na mídia impressa
Autor(es): LOEBLEN, Daniela Fogaça
Primeiro Orientador: VELHO,Ana Paula Machado
metadata.dc.contributor.advisor-co1: TANIMOTO, Sônia
Abstract: A visão holística proposta para se pensar em um mundo com perspectivas de futuro nos aspectos social, econômico e ambiental é chamada de sustentabilidade. Documentos mundiais vêm sendo elaborados no sentido de que explicar este conceito amplo, que engloba estas três vertentes. Mas é preciso que estes textos sejam divulgados para que se concretize a construção de um movimento ou engajamento das pessoas na busca por um mundo sustentável. E isso depende, e muito, de como estes documentos são veiculados nos meios de comunicação. Primeiro, porque a mídia exerce grande influência sobre o público e, também, porque é um ambiente comunicacional que procura traduzir conceitos complexos para o público em geral. Assim, tornou-se foco desta pesquisa responder a seguinte pergunta: como os veículos de comunicação impressos vêm abordando os temas relacionados à sustentabilidade em suas páginas? Desta forma, esta dissertação teve como objetivo analisar o discurso midiático sobre sustentabilidade na mídia impressa de Maringá-PR-Brasil. Procurou-se, em princípio, definir este termo e, em seguida, foi empreendida uma seleção de textos a partir da busca da palavra sustentabilidade nos exemplares do jornal O Diário do Norte do Paraná, publicados entre setembro de 2015 e fevereiro de 2016. Um corpus de 40 reportagens selecionadas foi, então, base de uma análise de conteúdo, que teve como categorias o documento da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), o mais recente relatório da Organização em relação à concepção de sustentabilidade. Pode-se compreender que a abordagem adotada pela mídia impressa de Maringá em relação ao conceito de sustentabilidade proposto pela ONU é rasa e não constrói o significado do termo sugerido pelo documento. Os dados analisados mostram que é preciso um comprometimento maior dos veículos de comunicação no sentido de disseminar o complexo conceito do termo sustentabilidade, baseado nos ODS apresentados pela ONU, para que surjam transformações e mudanças coletivas, na busca pelo verdadeiro desenvolvimento sustentável.
Palavras-chave: Jornalismo
Objetivos do desenvolvimento sustentável
ONU
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/587
Data do documento: 19-Set-2016
Aparece nas coleções:TECNOLOGIAS LIMPAS E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - PPGTL

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DANIELA FOGAÇA LOEBLEIN.pdfDissertação10.17 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.