01 - CAMPUS MARINGÁ 3. TESES E DISSERTAÇÕES PROMOÇÃO DA SAÚDE
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/581
Tipo: Dissertação
Título: Análise dos fatores preditores para o desenvolvimento de placas calcificadas e obstruções de artérias coronárias em uma população do Norte do Paraná
Autor(es): MURADAS, Soraya Andrea Delefrate
Primeiro Orientador: YAMAGUCHI, Mirian Ueda
metadata.dc.contributor.advisor-co1: SHIOZAKI, Afonso Akio
Abstract: As doenças cardiovasculares estão entre as que mais matam em todo o mundo, sendo que estas atingem um número cada vez maior de indivíduos, gerando uma preocupação quanto a prevenção devido aos altos gastos públicos. Para complementar os escores de risco que ajudam na identificação de uma provável predisposição à doença cardíaca, é importante a realização de exames de imagem mais precisos e determinantes para um correto diagnóstico da doença coronariana. Entre eles, é possível citar a tomografia computadorizada de artérias coronárias e o teste de esforço. A angiotomografia de artérias coronárias determina o escore de cálcio, ou seja, a calcificação arterial coronariana na parede do vaso e também define com exatidão o percentual de obstrução das artérias coronarianas, é um exame de custo elevado porém possui alta acurácia. Já o teste de esforço é de maior acessibilidade devido ao seu baixo custo, porém sua acurácia é baixa. Existem diversos determinantes que expõe um indivíduo a desenvolver doenças coronarianas, sendo assim o objetivo deste estudo foi detectar quais são os preditores para o desenvolvimento de placas calcificadas e obstruções coronarianas detectadas através da tomografia computadorizada de artérias coronárias realizadas no período de janeiro de 2012 a dezembro de 2014 na cidade de Maringá – PR, além de determinar se o teste de esforço é um pré-teste fidedigno para a realização angiotomografia coronariana. Foi realizada análise de 883 laudos de exames de tomografia computadorizada de coronárias e coletadas informações como sexo, idade, índice de massa corpórea, tabagismo, doenças associadas (diabetes mellitus tipo 2, hipertensão arterial sistêmica e dislipidemia), histórico familiar e o resultado do teste de esforço, juntamente com o laudo do exame (escore de cálcio, percentual e quantidade de segmentos arteriais com obstruções significativas). Os dados foram tabulados em planilha de Microsoft office Excel e realizada a análise estatística, sendo que o nível de significância adotado foi de 5%. Observou-se que os preditores com valores estatisticamente significantes em relação ao escore de cálcio foi ser do sexo masculino, possuir idade acima de 60 anos, portar diabetes mellitus tipo 2 e hipertensão arterial sistêmica. O mesmo aconteceu quando houve comparação entre os determinantes e a angiotomografia de coronárias, exceto naqueles com hipertensão arterial sistêmica. Ainda foi possível observar uma relação estatisticamente significante entre o escore de cálcio e a angiotomografia de coronárias. Em relação ao teste de esforço, foi possível observar que a maioria dos indivíduos que apresentaram positividade no teste de esforço não apresentavam escore de cálcio positivo ou obstruções coronarianas significativas. Os resultados indicaram que os preditores para o desenvolvimento de placas calcificadas e obstruções coronarianas na população estudada foi pertencer ao sexo masculino, possuir idade ≥60 anos, ser portadores de diabetes mellitus tipo 2 e hipertensão arterial sistêmica. Além disso, este estudo sugere que o teste de esforço não é pré-teste fidedigno no encaminhamento para tomografia computadorizada de artérias coronárias.
Palavras-chave: Doenças cardiovasculares
Doença das coronárias
Angiografia
Aterosclerose
Estilo de vida
Promoção da saúde
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/581
Data do documento: 26-Fev-2016
Aparece nas coleções:PROMOÇÃO DA SAÚDE

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SORAYA ANDREA DELEFRATE MURADAS.pdfDissertação480.41 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.