01 - CAMPUS MARINGÁ 3. TESES E DISSERTAÇÕES PROMOÇÃO DA SAÚDE
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/558
Tipo: Dissertação
Título: Modalidades de expressão da subjetividade dos jovens gamers nas redes sociais: um estudo netnográfico
Autor(es): NOGARA, Michel Andrew
Primeiro Orientador: MILANI. Rute Grossi
metadata.dc.contributor.advisor-co1: VELHO, Ana Paula Machado
Abstract: A presente dissertação apresenta, enquanto tema, as modalidades de expressão da subjetividade dos jovens e gamers na esfera das redes sociais, com vistas a promoção da saúde. A atual versão do Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (APA, 2013) aponta para uma nova categoria nosológica que, para estudos futuros, tem o potencial de se tornar o primeiro transtorno mental relacionado ao uso da internet, denominada de Internet Gaming Disorder. Desta forma, em uma concepção ampliada de saúde, analisar as particularidades dos jovens gamers dentro do ciberespaço e suas implicações pode propiciar um entendimento para além da lógica psicopatológica e normalizadora. O presente estudo teve por objetivo analisar as modalidades de expressão da subjetividade e das singularidades dos jovens gamers em sua relação com o ciberespaço e as redes sociais. Foi utilizado o método netnográfico de Kozinets (2014) para a coleta de dados, os quais foram levantados por meio das interações comunais e de entrevistas semi-estruturadas. Nosso público foi de jovens entre 18 e 29 anos membros de uma comunidade de games na rede social Facebook. Para a análise dos dados adotou-se a análise de conteúdo de Bardin (2011). Discutimos os resultados sob o referencial psicanalítico Lacaniano e sociológico de Lipovetsky. Foram extraídas as categorias Escrita, Interesse Grupal, Agressividade, Valorização da Imagem e Semblante e Reflexões Incipientes. Pudemos discutir que o recurso da escrita, enquanto forma de comunicação, ganha sua primazia de forma evidente, possibilitando as formas diversas de encontros neste universo. Conseguimos extrair que o ponto de união dos jovens é permeado por um tema em comum e não mais pela ideologia, assim como a disjunção entre eles se dá sem razão fundamentada, ganhando traços de agressividade inusitada. A valorização da imagem e do semblante denota como os jovens gamers demandam um reconhecimento de sua identidade. Já no âmbito das reflexões sobre o meio que ocupam, sua incipiência é marcada. Desta forma, em consonância com as diretrizes da saúde no Brasil, os resultados que levantamos implicam aos atores das políticas e práticas encarar os desafios do universo cibernético destes jovens os quais vêm de encontro com os objetivos da política nacional atual (Brasil, 2014b) que propõe práticas onde a cultura de paz, pois conseguimos entender que a agressividade não é alheia aos gamers nas redes sociais, vindo de encontro com a necessidade de desenvolvimento de espaços saudáveis para o exercício das singularidades, a qual só se exercita pelo respeito às diferenças e a promoção do empoderamento como elemento de exercício de uma saúde única e singular.
Palavras-chave: Mídias sociais
Adulto jovem
Netnografia
Promoção da saúde
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/558
Data do documento: 7-Dez-2015
Aparece nas coleções:PROMOÇÃO DA SAÚDE

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MICHEL ANDREW NOGARA.pdfDissertação1.5 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.