01 - CAMPUS MARINGÁ 1. TCC DIREITO
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/5460
Tipo: Artigo
Título: Sextorsão como estupro virtual: estupro realizado na era tecnológica
Autor(es): SANTOS, Débora Gomes dos
Primeiro Orientador: CARVALHO, Thomaz Jefferson de
Abstract: As inovações tecnológicas que o mundo virtualizado presenciou nos últimos anos trouxeram benefícios das mais diversas ordens para toda sociedade do mundo globalizado. No entanto, essas inovações carregam consigo um leque muito grande de novos crimes, os quais necessitam de regulamentação por parte do legislador. A sextorsão é um desses crimes, que conjuga uma relação de poder com uma corrupção, no intuito de receber algum tipo de benefício, seja ele sexual ou financeiro. O objetivo primordial deste trabalho é o de averiguar a viabilidade jurídica da tipificação do crime, demonstrando algumas graves consequências sofridas pelas vítimas, em decorrência da falta de embasamento jurídico adequado ao fato. Tudo isso possibilita a conclusão de que existe uma necessidade urgente de tal adequação, cabendo, ao legislador, tomar a iniciativa para que isso ocorra e, assim, devolva a segurança jurídica aos usuários.
Palavras-chave: Sextorsão
Crimes sexuais
Crimes informáticos
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Citação: Santos, Débora Gomes dos. Sextorsão como estupro virtual: estupro realizado na era tecnológica. 23f. 2019. Artigo apresentado ao Curso de Graduação em Direito da UniCesumar – Centro Universitário de Maringá. 2018.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/5460
Data do documento: 10-Nov-2018
Aparece nas coleções:DIREITO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO.pdfSantos, Débora Gomes dos709.32 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.