EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica VII EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (25 à 28 de Outubro de 2011)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/4698
Tipo: Artigo
Título: CONCEITOS QUALITATIVOS DA LUZ ARTIFICIAL EM AMBIENTES RESIDENCIAIS
Autor(es): SILVEIRA, Carlos Eduardo
NUNES, Layane Alves
GOMES, César Henrique de Godoy
Abstract: Este trabalho tem o objetivo de avaliar a iluminação artificial em sua aplicabilidade agregado à função da luz, identificando as problemáticas existentes nos projetos luminotécnicos e na utilização da luz nos ambientes residenciais. Nos resultados espera-se visualizar adequações necessárias para o conforto e o equilíbrio do ambiente para o usuário. Visando a iluminação artificial, tanto na arquitetura como na engenharia elétrica elegem a concepção de um ponto central como fonte de luz do ambiente, principalmente custo benefício. Já o design agrega valores ao ambiente utilizando o conceito de cenário para criar sensações que satisfarão as necessidades do usuário.Até mesmo quem deseja comprar apenas uma lâmpada precisa entender do assunto para não errar diante de tantos modelos e marcas disponíveis nas prateleiras. Você arriscaria dizer se é melhor levar para casa uma opção com 100% ou 85% de IRC? Pode parecer um detalhe dispensável para quem não é da área, mas ao traduzir essas três letras, você descobrirá porque elas são tão importantes num ambiente como a cozinha. A sigla IRC (Índice de Reprodução de Cor) representa a fidelidade de reprodução de cor que uma fonte de luz pode atingir. Quanto mais próximo de 100, menos a distorção das tonalidades. Uma informação como essa facilita o diálogo com o Designer e ajuda a obter melhor resultado em cada espaço. Mais do que balizar ou indicar caminhos, a luz valoriza a fachada, o paisagismo, a piscina e o interior. O projeto luminotécnico tem de privilegiar a claridade, tão necessárias para atividades como tomar banho, barbear-se ou maquiar. Acima da banheira vale direcionar as lâmpadas para a parede e equipá-las com filtro que evite o ofuscamento nos olhos, quanto a luminárias prefira as versões blindadas, que resistem ao vapor. Um ambiente multiuso pede cenários com diferentes graduações e temperaturas de luz.
Palavras-chave: Cenário
Iluminação artificial
Iluminação residencial
Residências
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/4698
Data do documento: 25-Out-2011
Aparece nas coleções:VII EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (25 à 28 de Outubro de 2011)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
carlos_eduardo_silveira.pdfTrabalho apresentado na modalidade grupo de discussão no VII EPCC Encontro Internacional de Produção Científica (25 a 28 de outubro de 2011)77.02 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.