01 - CAMPUS MARINGÁ 1. TCC AGRONOMIA
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/4629
Tipo: Artigo
Título: ATIVIDADE ALELOPÁTICA DE EXTRATO AQUOSO DE Crotalaria spectabilis SOBRE O TRIGO E TRAPOERABA
Autor(es): SILVA, Bruno Henrique Gomes
BATISTA, Guilherme Augusto Silva
Primeiro Orientador: BIDO. Graciene de Souza
Abstract: O trigo (Triticum aestivum L.) é um dos cereais mais antigos consumidos pelo homem sendo, atualmente, um dos cereais mais cultivados em todo o mundo. Devido à grande importância agrícola desta cultura, é essencial buscar formas de melhor a produção reduzindo custos. A crotalaria, por ter rápido crescimento, tem sido bastante recomendada para adubação verde, visando suprir a necessidade de nitrogênio de culturas de importância econômica. Quando usada como cobertura verde pode ter influência alelopática sobre as plantas invasoras como a trapoeraba, que é considerada planta invasora em diversas culturas, em muitos países. No Brasil, ela tem sido citada como planta-problema em citros, café, soja e milho. Portanto, neste trabalho foi avaliado o efeito alelopático do extrato aquoso da Crotalaria spectabilis sobre a germinação e crescimento inicial do trigo, verificando porcentagem de germinação (%G), comprimento e massas, fresca e seca, das plântulas. Os experimentos foram conduzidos no laboratório de botânica da Unicesumar, Maringá-PR e os tratamentos constituídos por diferentes concentrações (0; 25; 50; 75 e 100%) de extrato aquoso da crotalaria, com delineamento experimental inteiramente casualizado. Foram feitas cinco repetições, sendo cada uma constituída por 25 sementes de trigo, distribuídas em gerboxes e mantidas em câmara de incubação a 25ºC com fotoperíodo de 12 horas, durante sete dias. Os dados foram avaliados por análise de variância e as médias entre os tratamentos comparadas pelo teste Scott Knott a 5% de significância. Os dados mostraram que o extrato aquoso de Crotalaria spectabilis não alterou significativamente a germinação, entretanto aumentou o comprimento das plântulas e as biomassas, fresca e seca. Em relação a trapoeraba, verificaram-se reduções significativas na germinação das sementes e comprimento das plântulas, entretanto, foram identificados acréscimos significativos nas biomassas, frescas e secas. Portanto, conclui-se que Crotalaria spectabilis pode ser utilizada como cobertura vegetal na cultura do trigo sem alterar significativamente o desenvolvimento inicial da cultura, além de alterar negativamente trapoeraba.
Palavras-chave: Commelina benghalensis
Crotalaria spectabilis
Triticum aestivum L.
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/4629
Data do documento: 4-Dez-2019
Aparece nas coleções:AGRONOMIA

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BRUNO HENRIQUE GOMES DA SILVA E GUILHERME AUGUSTO SILVA BATISTA.pdfArtigo apresentado ao curso de graduação em Agronomia da UniCesumar – Centro Universitário de Maringá como requisito parcial para a obtenção do título de bacharel(a) em Agronomia, sob a orientação da Profa. Dra. Graciene de Souza Bido750.17 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.