EVENTOS Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação 2018
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/2091
Tipo: Artigo
Título: ESTUDO DA INCIDÊNCIA DO TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE EM ESCOLARES DA REDE PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ - PARANÁ
Autor(es): FIGUEREDO, Milena Cardoso
OLIVEIRA, Letícia Vargas
MARTINS, Heber Amilcar
Abstract: O transtorno do déficit de atenção e hiperatividade é o transtorno com maior frequência em escolares, tanto em crianças quanto adolescentes, sendo considerado um problema de saúde pública. Neste estudo, apresentamos uma analise qualitativa e exploratória transversal, cujo objetivo foi avaliar frequência de distribuição da incidência do TDAH em escolares de rede pública do município de Maringá/PR, para estabelecer a relação entre critérios de diagnostico para esse transtorno, com uso correto do metilfenidato. Os dados foram coletados através da aplicação dos questionários SNAP-IV e Perfil de Diagnóstico e Farmacoterapia, os quais foram respondidos espontaneamente pelas equipes pedagógicas das escolas estudadas, mediante assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido. Esses dados foram tabulados e analisados com software Epi Info™, empregando-se análise de distribuição de frequência e o teste Chi-quadrado, com nível de significância de 95%. Todos os procedimentos foram analisados e aprovados pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UniCesumar. Foram aplicados 68 questionários, sendo descartados deste universo amostral 10 casos. Os dados analisados permitem inferir que a desatenção, ao contrário da hiperatividade, não é constante nas crianças portadoras do TDAH, considerando que há diminuição natural deste comportamento na medida em que idade avança, bem como não evidenciaram perfil de diagnóstico ou farmacoterapia inapropriados, contudo, demonstram condição preocupante, considerando que existem casos que a criança com diagnóstico de TDAH não está submetida ao tratamento clínico e medicamentoso, além da falta de informação das escolas, sendo assim, ainda carecemos de reforçar a atenção com o diagnóstico e tratamento do TDAH.
Palavras-chave: Escolares
Metilfenidato
TDAH
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/2091
Data do documento: 23-Out-2018
Aparece nas coleções:IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação 2018

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
milena_cardoso_fiqueredo.pdfTrabalho apresentado na modalidade comunicação oral no IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (23 a 26 de outubro de 2018)464.56 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.