EVENTOS Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação 2018
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/2086
Tipo: Artigo
Título: ATIVIDADE ALELOPÁTICA DO CAFÉ (Coffea arábica) SOBRE A LEUCENA (Leucaena leucocephala)
Autor(es): ZANCANI, Michael Krik
OLIVEIRA, Adriana Rodrigues de
PIERINI, Sandra Andrea
Abstract: As plantas são organismos que competem por luz, água e nutrientes e diversas são as táticas utilizadas para uma espécie obter êxito sobre outra. Uma das características mais marcantes dos integrantes do Reino Plantae é a alelopatia. O processo de invasão de uma planta exótica se dá quando uma espécie é introduzida e se instala em um ambiente não natural de um ecossistema. A leucena (Leucaena leucocephala) é uma espécie invasora nativa da América Central e México. No Brasil é amplamente utilizada como planta medicinal além da arborização urbana e no suprimento forrageiro do gado. A aglomeração dessa espécie vem causando impactos na diversidade de plantas nativas e é listada pela União internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) entre as 100 espécies invasoras mais agressivas do planeta. Nesse contexto, os efeitos alopáticos de plantas nativas brasileiras constituem uma ferramenta de grande importância no combate a plantas invasoras. Visando diminuir os impactos causados pelas espécies invasoras. Estudos indicam que o Coffea arabica L auxilia na diminuição de espécies de plantas, dentre elas espécies invasoras. O objetivo desse trabalho é realizar uma avaliação do potencial alelopático do Coffea arabica L em relação a germinação e desenvolvimento inicial da Leucaena leucocephala. Os tratamentos consistirão em extrato aquoso de folhas e das sementes do Coffea arabica L em diferentes concentrações (0; 50; 75 e 100%) e serão avaliados os efeitos sobre a germinação e o crescimento das plântulas da Leucaena leucocephala. O delineamento experimental será inteiramente casualizado, com cinco repetições, onde as sementes serão distribuídas em gerbox e postas para germinar em câmara de incubação B.O.D por fotoperíodo de 12 horas. Os dados serão avaliados por análise de variância e as médias entre os tratamentos serão comparados pelo teste Scott Knott a 5% de significância. Espera-se que o extrato aquoso de Coffea arabica L reduza a germinação e o crescimento inicial da Leucaena leucocephala.
Palavras-chave: Alelopatia
Germinação
Plantas invasoras
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/2086
Data do documento: 23-Out-2018
Aparece nas coleções:IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação 2018

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
michael_krik_zancani_2.pdfTrabalho apresentado na modalidade comunicação oral no IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (23 a 26 de outubro de 2018)441.18 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.