EVENTOS Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação 2018
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/2052
Tipo: Artigo
Título: COMPARAÇÃO DA ATIVIDADE TIPO ANTIDEPRESSIVA ENTRE DIFERENTES FORMULAÇÕES OBTIDAS DE TRICHILIA CATIGUÁ
Autor(es): VICENTE, Luísa Weffort
RAZENTE, Yara Beatriz
FERREIRA, Emilene Dias Fiuza
Abstract: Devido aos crescentes casos de depressão no século XXI, os estudos desse projeto destinam-se a proporcionar avanços para amenizar os efeitos de tal doença na população. Embora existam inúmeros medicamentos antidepressivos no mercado, apenas 60% da população doente tem resposta positiva a eles. Para isso, utilizaremos uma planta natural brasileira, com propriedades medicinais, de fácil acesso e baixo custo. O objetivo do projeto é comparar o efeito antidepressivo entre diferentes formulações obtidas da Trichilia catigua. O projeto visa contribuir com avanços farmacológicos na área de neurociência comportamental, utilizando um princípio extraído da flora brasileira, para que o mesmo possa ser utilizado como antidepressivo. Portanto, serão realizados testes comportamentais como o teste do campo aberto e o teste de suspensão pela cauda, em camundongos, os quais serão submetidos à tratamentos com formulações distintas de T. catigua para que se possa avaliar o desempenho de cada formulação observado na atividade tipo depressiva. Serão utilizados camundongos machos adultos Balbi/C, pesando de 20 a 30 g. Os animais permanecerão em condições padrões de alojamento, com ciclo de luz claro/escuro (12 h), temperatura controlada (22 ± 1ºC) e suprimento de água e ração à vontade durante o desenvolvimento de todo o experimento. A FAE da Trichilia catigua (200 e 400 mg/kg), salina e imipramina (20mg/kg) serão administrados oralmente por gavagem em um volume de 10 ml/kg utilizando uma seringa de tuberculina cânula (0,1 cm × 4 cm). O tratamento será administrado uma hora antes do início dos testes comportamentais. O Teste de suspensão pela cauda será conduzido como descrito por Steru et al. (1985) com modificações. O animal será individualmente suspenso por sua cauda com fita adesiva (1 cm da ponta da cauda) em uma caixa de madeira preta (45 cm x 45 cm x 30 cm) durante 6 min e a leitura será realizada manualmente. O teste do campo aberto será realizado em uma arena circular de cor preta em que o animal não consiga escapar por 5 minutos. A leitura do comportamento será realizada por um programa operacional. Será utilizado a posteriori formulações (suspensões e comprimidos) contendo extrato da planta, para comparação do efeito tipo-antidepressivo. Os procedimentos experimentais utilizados neste estudo respeitarão os princípios éticos do Colégio Brasileiro de Experimentação Animal (COBEA).
Palavras-chave: Camundongos
Depressão
Antidepressivo
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/2052
Data do documento: 23-Out-2018
Aparece nas coleções:IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação 2018

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
luisa_weffort_vicente.pdfTrabalho apresentado na modalidade comunicação oral no IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (23 a 26 de outubro de 2018)441.8 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.