EVENTOS Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação 2018
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/2004
Tipo: Artigo
Título: A FISIOTERAPIA NA INCONTINÊNCIA URINÁRIA DE ESFORÇO EM PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA
Autor(es): ILHÉU, Larissa Bianchi
COELHO, Kelley Cristina
Abstract: A incontinência urinária (IU) é uma doença de origem multifatorial que atinge milhões de indivíduos, de todas as idades, independente do sexo. Caracterizada pela perda involuntária de urina, podendo ocorrer em diversas situações, levando uma alteração na qualidade de vida do indivíduo, como também gerando desconforto social e higiênico. O objetivo desta pesquisa será avaliar a eficácia da fisioterapia como forma de tratamento para incontinência urinária de esforço através da ginastica hipopressiva, que é uma técnica que tem como objetivo melhorar do tônus da musculatura perineal, que se baseia na contração ativa da musculatura abdominal (manobra de aspiração diafragmática) gerando a elevação dos órgãos pélvicos, na direção do diafragma respiratório e respectiva contração, supostamente reflexa da musculatura do assoalho pélvico (MAP), assim melhorando o quadro de incontinência urinária. Será analisado uma série de casos com 10 participantes classificados com incontinência urinária de esforço, entre 18 a 38 anos. Os pacientes serão submetidos à avaliação, individual e invasiva. Utilizando recursos como: Avaliação Funcional do Aparelho Pélvico (AFA); Biofeedback; Pad Test e questionário King´s Health Questionnaire (KHQ) que irá avaliar a qualidade de vida. Depois da avaliação, os pacientes serão submetidos ao tratamento fisioterapêutico com a técnica da ginástica hipopressiva, realizado, na Clínica de Fisioterapia, da Universidade Unicesumar, totalizando dez sessões, durante 50 minutos, com repetições de duas vezes por semana. O protocolo da ginástica hipopressiva constituirá em treinamento da manobra de aspiração diafragmática que é formada por três movimentos em sequência: Contração dos músculos abdominais, contração do MAP pélvico e contração dos músculos intercostais e peitorais. Após o termino os pacientes serão reavaliados e os dados serão examinados para comprovação dos resultados. Esperamos que o tratamento fisioterapêutico utilizando à ginástica hipopressiva, pode promover o fortalecimento do assoalho pélvico, assim melhorando a qualidade de vida dos indivíduos pesquisados e diminuindo o quadro de incontinência urinária em praticantes de atividade física.
Palavras-chave: Incontinência urinaria
Fisioterapia uroginecologica
Atividade física
Ginastica hipopressiva
Assoalho pélvico
Idioma: por
País: Brasil
Editor: UNIVERSIDADE CESUMAR
Sigla da Instituição: UNICESUMAR
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/2004
Data do documento: 23-Out-2018
Aparece nas coleções:IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação 2018

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
larissa_bianchi_ilheu.pdfTrabalho apresentado na modalidade comunicação oral no IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (23 a 26 de outubro de 2018)399.11 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.