01 - CAMPUS MARINGÁ 3. TESES E DISSERTAÇÕES TECNOLOGIAS LIMPAS E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - PPGTL
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/8968
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMORAES FILHO , Arnaldo Alberto de-
dc.date.accessioned2021-03-30T20:57:18Z-
dc.date.available2021-03-30T20:57:18Z-
dc.date.issued2019-02-28-
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/8968-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectResíduos da indústria sucroalcooleirapt_BR
dc.subjectTecnologia limpapt_BR
dc.subjectDesenvolvimento sustentávelpt_BR
dc.titleAnálise do potencial da cinza do bagaço da cana-de-açúcar em substituição parcial ao cimento portland para produção de placas cimentícias sustentáveispt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1GONÇALVES, José Eduardo-
dc.contributor.advisor2REZENDE , Luciana Cristina Soto Herek-
dc.description.resumoA construção civil é uma atividade em constante desenvolvimento tecnológico, métodos cada vez mais eficazes são implementados ao sistema convencional de produção e edificações da indústria da construção civil. Esta atividade busca matrizes que possam ser utilizadas no desenvolvimento de produtos, principalmente produtos reciclados ou que possam ser reutilizados como forma de minimizar os custos de produção, sejam estes resíduos de natureza domiciliar, industrial ou comercial. Na indústria sucroalcooleira temos as cinzas produzidas da queima do bagaço da cana-de-açúcar que é um resíduo com propriedades físicas e químicas similares às do cimento Portland (CP). Materiais que são descartados na natureza podem ser utilizados como matriz na fabricação de um novo produto. O aproveitamento de resíduos da indústria sucroalcooleira para a fabricação de placas cimentícias é uma alternativa ambientalmente sustentável, o que possibilita sua valorização. Este trabalho teve por objetivo analisar o potencial da cinza do bagaço da cana-de-açúcar (CBC) e a influência da incorporação do poliestireno expandido na produção de placas cimentícias. Foram utilizadas cinzas pesadas da queima do bagaço de cana-de-açúcar e os corpos de prova foram desenvolvidos utilizando argamassa com concentração entre 12% e 70% de CBC em substituição ao CP. Os corpos de provas foram desenvolvidos em duas formas com dimensões retangular de 120cm e 240cm, de cada amostra foram extraídos 12 unidades que por meio de ensaios físicos e mecânicos. Para as placas cimentícias produzidas, foram analisadas o comportamento do material e se este atende aos parâmetros da norma brasileira ABNT NBR 15.498/2016. De acordo com as diretrizes da NBR 15.498/2016 foi constatado que, os materiais produzidos com a concentração de CBC entre 12% e 40% atendem aos parâmetros solicitados para os ensaios de resistência a tração na flexão simples, absorção de água e permeabilidade, possibilitando a aplicação da placa cimentícia tanto para vedação interna, vedação externa e mezaninos em sistemas construtivos a seco.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programTecnologias Limpas Sustentabilidade Ambiental (Mestrado)pt_BR
dc.publisher.initialsUNICESUMARpt_BR
dc.subject.cnpqCIÊNCIAS AMBIENTAISpt_BR
Aparece nas coleções:TECNOLOGIAS LIMPAS E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - PPGTL

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARNALDO ALBERTO DE MORAES FILHO.pdfDissertação873.41 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.