EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica IV EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (19 a 22 de Outubro de 2005)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7645
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorOLIVEIRA, Viviane Fátima de-
dc.creatorPRIOLI, Sonia Maria Alves Pinto-
dc.creatorPRIOLI, Alberto José-
dc.creatorOLIVEIRA, Alessandra Valéria-
dc.creatorJULIO JR, Horácio Ferreira-
dc.date.accessioned2021-02-16T20:31:27Z-
dc.date.available2021-02-16T20:31:27Z-
dc.date.issued2005-10-19-
dc.identifier.otherPresencialpt_BR
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7645-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEstudos molecularespt_BR
dc.subjectRdna 5spt_BR
dc.subjectCichlapt_BR
dc.titleESTUDOS GENÉTICOS DE Cichla E ANÁLISES DE CRUZAMENTOS INTERESPECÍFICOS ENTRE POPULAÇÕES INTRODUZIDAS NO ALTO RIO PARANÁpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoO gene rDNA 5S é informativo e possui altas taxas de conservação ao longo do genoma dos eucariotos, possuindo características únicas que são hereditárias. Essas sequências conservadas são responsáveis pela produção de RNA ribossômico na célula. Estudos moleculares do gene rDNA 5S vêm sendo realizados com diversos grupos, inclusive em algumas espécies de peixes, com o intuito de solucionar problemas de relações filogenéticas, extensão de isolamento sexual, padrão de ancestralidade e diversidade genética entre grupos de populações naturais. Espécies do gênero Cichla, introduzidas na bacia do alto rio Paraná, apresentam polimorfismos genéticos comprovados por análise de RAPD (Random Amplified Polymorphic DNA) e SPAR (Single Primers Amplifications Reactions). Essas espécies estão se intercruzando e formando híbridos viáveis, com maior variabilidade genética. Esses híbridos podem causar impactos ecológicos sobre populações nativas. Dessa forma, é de fundamental importância a detecção desses indivíduos na região, para futuros estudos de ecologia e biologia desse gênero. O objetivo desse trabalho é padronizar a metodologia de amplificação de regiões não-transcritas da família multigênica rDNA 5S de Cichla e obter marcadores específicos para as espécies parentais e que podem também ser identificados nos híbridos. Foram analisados até o momento, 8 espécimes de Cichla monoculus, 8 de Cichla sp. e 8 híbridos, coletados em vários pontos da bacia do rio Paraná. A metodologia utilizada para a extração do DNA, foi baseada em fenol/clorofórmio. Após a extração e quantificação do DNA, foi iniciada a amplificação das regiões espaçadoras do rDNA 5S utilizando os primers. A-55 e B-55. Para a separação dos produtos da amplificação utilizamos gel de agarose 1% corado com brometo de etídeo e para visualização, sistema de fotodocumentação Kodak EDAS 290. Os resultados parciais obtidos, demonstram que os primers utilizados se anelaram em regiões transcritas do gene, amplificando assim, as regiões não-transcritas o que proporcionou a obtenção de bandas específicas para as diferentes espécies de Cichla da bacia do rio Paraná, indicando que há divergências genéticas entre as populações. A obtenção de marcadores moleculares para as diferentes populações indica que esta é uma região informativa, sendo útil para identificação de indivíduos de diferentes espécies de Cichla e híbridos.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUNICESUMARpt_BR
Aparece nas coleções:IV EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (19 a 22 de Outubro de 2005)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Viviane_Fatima_de_Oliveira.pdf12.28 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.