EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica IV EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (19 a 22 de Outubro de 2005)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7555
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMENDONÇA JÚNIOR, Maurício-
dc.date.accessioned2021-02-16T12:27:37Z-
dc.date.available2005-10-19-
dc.date.available2021-02-16T12:27:37Z-
dc.date.issued2005-10-19-
dc.identifier.otherPresencialpt_BR
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7555-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCiências humanaspt_BR
dc.subjectFarmacologiapt_BR
dc.subjectPsicologiapt_BR
dc.titleOS FÁRMACOS SOBRE A ANÁLISE DAS CIÊNCIAS HUMANAS BUSCANDO A PRESENÇA DOS FÁRMACOS NA VIDA DOS FUTUROS PSICÓLOGOSpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoNo decorrer da história humana as doenças foram objetos tanto de preocupações quanto de curiosidade científica. Atualmente, temos avançados estudos e dados que nos possibilitaram e possibilitam criar formas de tratamento e cura de doenças. Em contrapartida, o desenvolvimento científico e tecnológico não bastou para que as enfermidades deixassem de existir ou de se proliferar. A industria farmacêutica avança a cada dia, mas acaba por favorecer, também, o aumento de drogarias e do uso indiscriminado de medicamentos, que são utilizados por quase todos os seres humanos. Diante disso, serão indagados todos os pormenores que circundam o uso dos fármacos, focando o estudo, para isso, nos futuros psicólogos, cientistas da psique humana e detentores de muitas técnicas para abordagem de doenças, bem como de teorias que questionam a própria definição do que seriam elas. È importante para um aluno do curso de Psicologia saber como se estrutura e funciona o cérebro e como ele interage com os fármacos. Todavia, é de fundamental importância que o cientista das Ciências Humanas saiba como a história chegou até o desenvolvimento, uso, prescrição e comercialização de medicamentos; é preciso que ele saiba como a sociedade lida com isso, como ela reage e age diante da possibilidade de tratamento de doenças pequenas, médias ou grandes, através da medicação, se reprime ou incentiva tal prática, se faz uso dela de forma autônoma e acrítica, ou de modo consciente e acompanhado; por fim, é relevante que este cientista saiba se a busca por medicação, ou a sua prescrição realmente está embasada numa doença orgânica, ou psíquica. Portanto, objetivo através desta pesquisa buscar as respostas a estas e outras questões junto ao futuro psicólogo, analisando desde os aspectos farmacológicos e patológicos, até os históricos, filosóficos, sociológicos e psicológicos. Este trabalho é justificado por tudo que foi dito acima e pela importância de saber como é a conduta do psicólogo diante dos seus próprios problemas. Para cuidar do outro ele deve necessariamente cuidar de si, mas de forma adequada. Para isso, será aplicado um questionário aberto aos atuais alunos do quarto ano dos cursos de Psicologia de Maringá-Paraná, que será analisado da forma e no intuito descrito acima. Pelo fato deste trabalho ainda estar em andamento, não se pode oferecer resultados e conclusões definitivas.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUNICESUMARpt_BR
Aparece nas coleções:IV EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (19 a 22 de Outubro de 2005)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
mauricio_mendonca_junior3.pdf12.14 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.