01 - CAMPUS MARINGÁ 1. TCC FONOAUDIOLOGIA
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7428
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorCARLOS, Priscila-
dc.date.accessioned2021-02-12T20:13:33Z-
dc.date.available2021-02-12-
dc.date.available2021-02-12T20:13:33Z-
dc.date.issued2021-02-12-
dc.identifier.citationCARLOS, Priscila. Alterações no processamento auditivo (central) em crianças com fissura labiopalatina: revisão sistemática. 17f. 2020. Unicesumar - Universidade Cesumar: Maringá, 2020.pt_BR
dc.identifier.otherPresencialpt_BR
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7428-
dc.description.abstractA Since children with cleft lip and palate (CLP) may present recurrent otitis episodes, due to anatomical issues, that may contribute to (central) auditory processing (CAP), the purpose of this paper was to search in the literature the relationship between change in CAP and CLP. The search of articles was conducted in the indexed databases LILACS, SciELO and PubMed. The descriptors used were: processamento auditivo, audição, fissura labiopalatina, crianças, auditory processing, hearing, cleft lip and palate, and children interspersed by the Boolean operator “AND”. Original articles in Portuguese and English published between 2010 and 2020 that assessed the central auditory processing of children aged between 6 and 15 years old with CLP or only palate were selected. Theses and articles containing studies carried out in individuals with sensorineural hearing loss, neurological and syndromic individuals were excluded. Sixteen articles were found; however, only seven met the inclusion criteria. All the selected studies had a cross-sectional design and showed that children with CLP presented a lower performance in the assessment when compared to pre-established results and when compared to a control group. This literature review showed that there is a relationship between CLP and CAP. Based on this study, it can be seen that audiological assessments in general and, more specifically, of the CAP, must be part of the routine of these patients in order to identify these changes early and to reduce the chances of speech and learning problemspt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAudiçãopt_BR
dc.subjectFissura labiopalatinapt_BR
dc.subjectOtite médiapt_BR
dc.titleAlterações no processamento auditivo (central) em crianças com fissura labiopalatina: revisão sistemáticapt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.contributor.advisor1MARCHIORI, Luciana Lozza de Moraes-
dc.contributor.referee1MARCHIORI, Luciana Lozza Moraes-
dc.contributor.referee2ZAMPIERI, Gisele Signorini-
dc.contributor.referee3BENITES, Samuel-
dc.description.resumoUma vez que crianças com fissura labiopalatina (FLP) podem apresentar episódios de otite de repetição, por questões anatômicas, que podem contribuir para alterações no processamento auditivo (central) (PA(C)), o propósito desse trabalho foi verificar na literatura a relação entre alteração no PA(C) e FLP. A busca de artigos foi realizada nas bases de dados indexadas LILACS, SciELO e PubMed. Os descritores utilizados foram: processamento auditivo, audição, fissura labiopalatina, crianças, auditory processing, hearing, cleft lip and palate, children intercalados pelo operador booleano “AND”. Foram selecionados artigos originais em português e inglês publicados entre 2010 e 2020 que avaliassem o PA(C) de crianças entre 6 e 15 anos de idade com FLP ou apenas palatina. Foram excluídas teses, e artigos com estudo realizados em indivíduos com perda auditiva neurossensorial, indivíduos neurológicos e sindrômicos. Dezesseis artigos foram encontrados, no entanto apenas sete atenderam aos critérios de inclusão. Dos estudos selecionados todos tiveram delineamento transversal e mostraram que crianças com FLP tiveram um desempenho inferior nas avaliações quando comparadas com resultados pré-estabelecidos e quando comparadas a um grupo controle. Esta revisão de literatura mostrou que há uma relação entre FLP e PA(C). A partir deste estudo vêse que, as avaliações audiológicas de maneira geral e mais especificamente do PA(C), devem fazer parte da rotina destes pacientes com intuito de identificar estas alterações de forma precoce e de diminuir as chances de problemas de fala e aprendizado.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUNICESUMARpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIApt_BR
Aparece nas coleções:FONOAUDIOLOGIA

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CARLOS, PRISCILA.pdfArtigo apresentado ao Curso de Graduação em Fonoaudiologia da Universidade Cesumar – UNICESUMAR como requisito parcial para a obtenção do título de Bacharel(a) em Fonoaudiologia, sob a orientação da Profª. Dra. Luciana Lozza de Moraes Marchiori269.52 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.