EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica IV EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (19 a 22 de Outubro de 2005)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7246
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorBARBIERI, Juliana Carla-
dc.creatorCARVALHO, Aécio Flávio de-
dc.creatorGIMENES, Thais Regina Pinheiro-
dc.date.accessioned2021-02-05T12:41:02Z-
dc.date.available2005-10-19-
dc.date.available2021-02-05T12:41:02Z-
dc.date.issued2005-10-19-
dc.identifier.otherPresencialpt_BR
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7246-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectOvídiopt_BR
dc.subjectMetamorfosespt_BR
dc.subjectInovaçãopt_BR
dc.titleTRADIÇÃO E RUPTURA NAS METAMORFOSES, DE OVÍDIOpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoDos poetas latinos que viveram na época de Augusto, Ovídio é o mais elegante e versátil, dono de uma incomparável capacidade de versificar e de uma linguagem espontânea e natural. A fama de Ovídio intensificou-se, sobretudo, na Idade Média, quando se tornou um dos mais lidos poetas latinos. Sua obra subsidiou a produção artística de Shakespeare e Dante. As Metamorfoses são a obra-prima de Ovídio, a de maior e mais perene envergadura, a que o consagrou para a posteridade. Muitas gerações conheceram os mitos e as fábulas da Antigüidade através dessa obra. Nela, Ovídio, narra a criação do mundo por meio de uma coletânea de fábulas que registram a transformação do homem em animais, plantas e minerais. O poeta esforçou-se para dar às Metemorfoses uma feição de epopéia. Pretendeu compor uma história da humanidade, començando pelo caos original para chegar à apoteose de César. Embora seja composta por cerca de 246 fábulas aparentemente independentes entre si, a obra nos apresenta episódios que se entrelaçam e constituem parte integrante de um único poema da criação do mundo. Dos mitos que enriquecem o todo das Metamorfoses, dar-se-á especial atenção aos mitos de Midas e Orfeu, destacando, principalmente, o mérito de Ovídio que sela uma aliança com a tradição literária, ao recriar, em latim, os velhos mitos que compõem o mundo das crenças dos gregos e, ao mesmo tempo, rompe com essa tradição, ao conferir-lhes as características marcantes de seu estilo, que nos permitem conhecer não apenas a cultura grega, mas também, a cultura romana.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUNICESUMARpt_BR
Aparece nas coleções:IV EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (19 a 22 de Outubro de 2005)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
juliana_carla_barbieri.pdf11.76 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.