EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica V EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica ( 23 a 26 de Outubro de 2007)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6713
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMARCON, Ligia Silva-
dc.creatorPRATI, Sergio R. A.-
dc.date.accessioned2021-01-25T16:36:19Z-
dc.date.available2007-10-23-
dc.date.available2021-01-25T16:36:19Z-
dc.date.issued2007-10-23-
dc.identifier.issn9788561091002pt_BR
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6713-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAdolescentept_BR
dc.subjectDesempenho motorpt_BR
dc.subjectIMCpt_BR
dc.titleRELAÇÃO ENTRE NÍVEIS DE IMC E DESEMPENHO MOTOR DE ADOLESCENTES DE UMA ESCOLA DE MARINGÁpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoA adolescência é uma fase fundamental para a promoção de hábitos de atividade física que perdurem por toda a vida. Os índices de aptidão física relacionada ao desempenho motor e níveis aceitáveis de IMC têm sido associados à capacidade de realizar atividades diárias, saúde, bem estar e qualidade de vida. O objetivo deste trabalho foi verificar e classificar em adolescentes padrões de normalidade para IMC e desempenho motor. Nessa pesquisa fizeram parte da amostra 173 escolares com idade entre 14 e 17 anos, de ambos os gêneros, do ensino médio de uma escola privada da cidade de Maringá. Os alunos foram submetidos aos testes de resistência muscular abdominal (rep/1 min), flexibilidade linear através do teste sentar-e-alcançar (cm) (Banco de Well’s) e corrida de doze minutos (m/min). Para a identificação de padrões de normalidade utilizou-se o referencial de Guedes e Guedes (1997). Para a análise dos dados foi utilizada a estatística descritiva com valores em média e em percentual. Os resultados indicaram que em relação ao indicador IMC os adolescentes obtiveram índices dentro do esperado, com tendência a maior média em relação massa corporal nos rapazes. O teste de abdominal de ambos os sexos e flexibilidade masculino apresentaram dentro de uma média baixa e os testes restantes obtiveram resultado abaixo da média esperada. O percentual de alunos fora do ideal foi elevado em especial para o teste de corrida em ambos os sexos e em flexibilidade feminino. Os testes restantes ficaram com um percentual entre 20 e 49% abaixo do ideal.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUNICESUMARpt_BR
Aparece nas coleções:V EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica ( 23 a 26 de Outubro de 2007)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ligia_silva_marcon.pdf260.99 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.