EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica VI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (27 a 30 de Outubro de 2009)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6217
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorROCHA, Taciana Regina da-
dc.creatorBAESSO, Renata Cristina-
dc.date.accessioned2020-10-06T11:22:57Z-
dc.date.available2020-10-06T11:22:57Z-
dc.date.issued2009-10-27-
dc.identifier.issn9788561091057pt_BR
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6217-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectFisioterapiapt_BR
dc.subjectRespiraçãopt_BR
dc.subjectUnidade de terapia intensivapt_BR
dc.subjectVentilaçãopt_BR
dc.titleAVALIAÇÃO DAS ALTERAÇÕES DE PARÂMETROS HEMODINÂMICOS, ANTES, DURANTE E APÓS ASPIRAÇÃO NO SISTEMA ABERTO E FECHADOpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoPacientes intubados e em ventilação artificial tem sido um grande desafio para os profissionais, que tem como por objetivo fazer com que ocorra a manutenção da permeabilidade das vias aéreas. Devido à retenção de secreções traqueobrônquicas decorrentes da intubação endotraqueal e da imobilidade no leito, a fisioterapia respiratória (FR) constitui uma conduta importante para a recuperação ventilatória. O presente estudo tem como objetivo avaliar as alterações no sistema respiratório e função hemodinâmica antes, durante e após o procedimento de aspiração nos sistemas aberto e fechado, de forma comparativa. Participarão do estudo 50 pacientes, ambos os sexos, com idade entre 20 a 60 anos, internados na Unidade de Terapia Intensiva Adulto do Hospital Universitário Regional de Maringá (HURM), submetidas à ventilação mecânica invasiva (VMI), sob sedação. Após a aprovação, os representantes ou responsáveis pelos pacientes serão conscientizados e orientados em relação aos objetivos e procedimentos da pesquisa proposta, assinando o termo de consentimento livre e esclarecido. Serão coletados dados do prontuário médico que avaliará o diagnóstico clínico, o período de ventilação mecânica invasiva. Logo após, os pacientes serão submetidos à avaliação fisioterapêutica para designar os parâmetros obtidos durante a aplicação do protocolo. Serão monitorados constantemente em relação às variáveis hemodinâmicas, tais como a frequência cardíaca (FC), pressão arterial sistólica (PAS), pressão arterial diastólica (PAD), saturação periférica de oxigênio (SpO2); e variáveis da mecânica pulmonar, como a frequência respiratória (FR), volume corrente (VC), volume minuto (VM), pressões inspiratórias e expiratórias máximas, complacência e resistência pulmonar. O registro das variáveis se dará, 5 minutos antes do procedimento de aspiração, durante, após 5 minutos, 10 minutos e 30 minutos do procedimento. Sabe-se que o procedimento de aspiração altera a função hemodinâmica e respiratória, desta forma acredita-se que os parâmetros avaliados, tanto na parte hemodinâmica quanto na parte respiratória irão apresentar-se aumentados durante o procedimento, retornando para os valores iniciais após a realização, espera-se ainda que este incremento seja maior no sistema aberto de aspiração do que no sistema fechado, com a utilização de track care, já que neste ultimo não há a necessidade de desconectar o paciente da ventilação mecânica.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUNICESUMARpt_BR
dc.subject.cnpq.pt_BR
Aparece nas coleções:VI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (27 a 30 de Outubro de 2009)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Taciana_Regina_Rocha.pdfTrabalho apresentado no VI Encontro Internacional de Produção Cientifica (27 a 30 de outubro de 2009)51.68 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.