EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica XI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (29 à 30 de Outubro de 2019)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/3717
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSOLETTI, Lara de Souza-
dc.creatorSILVA, Isabella Zanette da-
dc.creatorLUCIANO, Andressa Jenifer Rubio-
dc.creatorYAMAGUCHI, Natália Ueda-
dc.date.accessioned2020-01-02T13:25:48Z-
dc.date.available2020-01-02T13:25:48Z-
dc.date.issued2019-10-29-
dc.identifier.isbn978-85-459-1960-5-
dc.identifier.issn2594-4991-
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/3717-
dc.description.abstractA poluição hídrica é sem dúvida um dos principais temas ambientais que causa preocupação, visto que seu efeito é terrível sobre a vida humana, flora e fauna. Existem diferentes métodos de remoção dos poluentes, como por exemplo, ozonização, precipitação química, fotocatálise, adsorção e filtração. Entre esses métodos, a adsorção é o método mais utilizado para a remoção de poluentes da água. A nanotecnologia foi estendida em muitas ciências e estudada nos últimos anos, estes nanomateriais podem ser utilizados para obter uma grande área de superfície, e uma cinética muito veloz. Os materiais carbonáceos são um dos materiais amplamente utilizados para a purificação da água por conta destas propriedades. A areia é comumente utilizada com função de filtro para tratamento de águas residuais. Porém quando se utilizam métodos adsortivos há possibilidade de proliferação de bactérias por conta da biocompatibilidade, tornando assim a água contaminada biologicamente. Há um conhecimento sobre os efeitos antibacterianos de alguns metais. Assim, o objetivo do presente trabalho é sintetizar um composto de areia e grafeno nanoestruturado por um método simples e verde, impregnado de prata e cobre, que pode ser usado simultaneamente como um adsorvente efetivo para remoção de contaminantes da água e filtro de águas residuais com capacidade antibacteriana. O compósito preparado será aplicado como adsorvente para purificação de água. Serão feitas análises de caracterização. Serão realizados também estudos de adsorção conduzidos em sistema em batelada em temperatura ambiente. Serão realizados estudos de erosão hídrica. Serão realizados estudos de atividade antibacteriana. Desta forma, será verificado se o novo material sintetizado, composto de areia e grafeno nanoestruturado, apresentará uma boa alternativa no processo de adsorção e um bom material antibacteriano no tratamento de águas industriais.pt_BR
dc.languagepor-
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectAdsorçãopt_BR
dc.subjectAntibacterianopt_BR
dc.subjectNanomateriaispt_BR
dc.titleSÍNTESE DE COMPOSTO DE AREIA E GRAFENO NANOESTRUTURADO IMPREGNADO COM ESTUDO DA CAPACIDADE ANTIBACTERIANA PARA APLICAÇÃO EM PURIFICAÇÃO DE ÁGUApt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.initialsUNICESUMAR-
Aparece nas coleções:XI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (29 à 30 de Outubro de 2019)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Lara de Souza Soletti.pdfTrabalho apresentado na modalidade painel no XI Encontro Internacional de Produção Científica (29 à 30 de outubro de 2019)210.6 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.