EVENTOS Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação 2018
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/2232
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMAINARDES, Veridiana Catelan-
dc.creatorBOREGAS, Flavia Cristina Busch-
dc.creatorCATELAN-MAINARDES, Sandra Cristina-
dc.creatorMILANI, Rute Grossi-
dc.date.accessioned2019-08-26T19:30:35Z-
dc.date.available2019-08-26T19:30:35Z-
dc.date.issued2018-10-23-
dc.identifier.isbn978.85.459.1280-4-
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/2232-
dc.description.abstractO envelhecimento da população representa um dos principais fenômenos demográficos e sociais da sociedade contemporânea. A polifarmácia é um problema importante no atendimento do idoso, sendo os pacientes em instituições de longa permanência (ILPs) aqueles com riscos aumentados, por apresentarem muitas doenças limitantes, fragilidade e baixa funcionalidade. Objetiva-se então, com o presente estudo, avaliar os fatores associados à presença de polifarmácia em pacientes idosos internados em instituição de longa permanência e caracterização do perfil sociodemográfico dos mesmos. .A metodologia utilizada caracteriza-se como exploratóriodescritivo com abordagens qualitativa e quantitativa, e que foi realizada no contexto de uma ILPs, no município de Maringá, no norte do Paraná. O instrumento utilizado foi análise de prontuários com enfoque na história clínica prévia e uso de medicamentos pela população em estudo e a coleta de dados foi feita através de entrevista. A casuística final constituiu-se de 30 pacientes; 66,7% mulheres e 70% encontram-se na faixa etária com idade superior a 80 anos, corroborando com a feminilização da velhice. Além disso, 93,4% dos entrevistados demonstraram uso de ao menos um medicamento, sendo 53,2% destes adeptos a polifarmacoterapia. Sendo assim, o presente estudo conclui que o uso de medicamentos em polifarmácia é uma realidade entre os idosos, necessitando de critérios e cautela, sobre o uso dos mesmos, a fim de promover uma melhora na qualidade de vida e promoção da saúde do idoso.pt_BR
dc.languagepor-
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectIdosospt_BR
dc.subjectPolifarmáciapt_BR
dc.subjectPromoção da Saúdept_BR
dc.subjectUso de Medicamentospt_BR
dc.titleESTUDO SOBRE A POLIFARMÁCIA E SEUS FATORES ASSOCIADOS ENTRE IDOSOS DE UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA EM MARINGÁ-PRpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.initialsUNICESUMAR-
Aparece nas coleções:IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação 2018

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
veridiana_catelan_mainardes.pdfTrabalho apresentado na modalidade comunicação oral no IX Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica e II Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (23 a 26 de outubro de 2018)468.37 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.