EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica X EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (24 à 26 de Outubro de 2017)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/1763
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSOUZA, Emilly Stephanie de-
dc.creatorMARTINS, Heber Amilcar-
dc.date.accessioned2019-08-16T19:55:41Z-
dc.date.available2019-08-16T19:55:41Z-
dc.date.issued2017-10-24-
dc.identifier.isbn978-85-459-0773-2-
dc.identifier.issn2594-4991-
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/1763-
dc.description.abstractO Diabetes mellitus (DM) e a hipertensão arterial sistêmica (HAS) são doenças de alta prevalência e incidência crescente no mundo. Nos últimos anos, dados demonstraram a eficácia do tratamento da HAS na redução da resistência periférica um dos principais tipos de complicações do DM. Com base nessas considerações, a presente pesquisa objetiva demonstrar se há ou não interação de fármacos anti-hipertensivos no aumento da captação de glicose pelos tecidos periféricos através da insulina, buscando beneficiar pacientes portadores de ambas doenças. Os fármacos anti-hipertensivos destacados na pesquisa que podem propiciar benefício são de duas classes, Antagonistas dos canais de cálcio, metabolicamente neutros que não interferem desfavoravelmente na glicemia e, β-bloqueadores de 3° geração têm impacto neutro ou até podem melhorar o metabolismo de glicose, em decorrência do efeito de vasodilatação com diminuição da resistência periférica. O presente estudo será realizado através de coleta de dados obtidos nas unidades básicas de saúde de Mandaguari, localizado na cidade de Mandaguari-PR, a partir de prontuários médicos de pacientes do programa Hiperdia do Sistema Único de Saúde (SUS), que realiza acompanhamento de hipertensos diabéticos. Sendo prontuários compostos por pacientes do sexo masculino e feminino com idade entre 40 e 60 anos. Os dados coletados serão analisados segundo os seguintes critérios: determinar o tipo de DM (DM1/DM2); dose de insulina administrada; classes de anti-hipertensivos utilizadas. Frente a essas considerações espera-se determinar a colaboração significativa dos fármacos anti-hipertensivos estudados para a diminuição da resistência periférica a insulina dos pacientes avaliados.pt_BR
dc.languagepor-
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectAnti-hipertensivospt_BR
dc.subjectResistência à Insulinapt_BR
dc.subjectHiperdiapt_BR
dc.titleANÁLISE DO EFEITO DA TERAPIA ANTI-HIPERTENSIVA SOBRE A INSULINOTERAPIA EM PACIENTES DIABÉTICOS NA CIDADE DE MANDAGUARI-PRpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.initialsUNICESUMAR-
Aparece nas coleções:X EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (24 à 26 de Outubro de 2017)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
epcc--80301.pdfTrabalho apresentado na modalidade painel no X Encontro Internacional de Produção Científica (24 a 26 de outubro de 2017)173.05 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.