EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica IV EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (19 a 22 de Outubro de 2005)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7837
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMICHETEN, Thaiza de Campos-
dc.date.accessioned2021-02-18T15:15:16Z-
dc.date.available2021-02-18T15:15:16Z-
dc.date.issued2005-10-19-
dc.identifier.otherPresencialpt_BR
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7837-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMastigaçãopt_BR
dc.subjectLateralidadept_BR
dc.subjectPrevalência mastigatóriapt_BR
dc.titleMASTIGAÇÃO E LATERALIDADE: O QUE ISTO TEM HAVER?pt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoA fonoaudiologia é uma das ciências que ocupa-se em estudar a mastigação, uma das principais funções do sistema estomatognático. Durante a avaliação desta função, observa-se, dentre outros aspectos, sua lateralização, atribuindo a dominância apresentada a fatores oclusais, ósseos e musculares. Sabemos que todos os indivíduos têm um lado de preferência mastigatória, mas o que não se espera é que a mastigação aconteça somente de um lado. O objetivo deste trabalho é caracterizar a predominância do lado mastigatório em indivíduos destros e canhotos, a fim de verificar se há inter-relação da lateralidade com a função de mastigação, incluindo assim, mais este dado a ser analisado durante a avaliação. O trabalho consistirá em selecionar dentre os estudantes da 2ª série do ensino fundamental de um colégio de ensino fundamental de Maringá, um grupo de 20 crianças,10 destras e 10 canhotas, por meio da avaliação da lateralidade, e realizar a avaliação da mastigação, onde será dada a orientação para que cada uma delas coma do modo como estão acostumadas, para então verificar o lado de preferência mastigatória. Após isto será realizado o cruzamento dos dados referentes à lateralidade com a predominância do lado mastigatório apresentada por cada indivíduo, a fim de verificar se há inter-relação entre ambos. Os dados parciais, obtidos por meio de levantamento bibliográfico e observação de alguns indivíduos, indicam que a lateralidade influencia no lado de preferência mastigatória, ou seja, os resultados da pesquisa serão positivos.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUNICESUMARpt_BR
Aparece nas coleções:IV EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (19 a 22 de Outubro de 2005)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Thaiza_de_Campos_Micheten.pdf11.55 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.