01 - CAMPUS MARINGÁ 1. TCC DIREITO
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/781
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorCRUZ, Luana Fatima da Silva da-
dc.date.accessioned2019-02-12T13:53:55Z-
dc.date.available2019-02-12T13:53:55Z-
dc.date.issued2018-11-14-
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/781-
dc.descriptionArtigo apresentado ao Curso de Graduação em Direito da UniCesumar – Centro Universitário de Maringá como requisito parcial para a obtenção do título de Bacharel(a) em Direito, sob a orientação do Prof. Dr. Me. Gustavo Noronha de Ávila.pt_BR
dc.description.abstractO presente artigo se propõe a analisar o perfil da mulher encarcerada no Brasil e a problemática do Sistema Punitivo, levando em consideração a relação de gênero e submissão da mulher, assim como o histórico de prisão que a envolve. Para tanto, analisou-se fatores sociológicos da secundarização feminina, percorrendo as opressões da sociedade em relação à mulher desde a Idade Média, observando discursos criminológicos acerca do gênero e do controle social do Estado na aplicação de leis. Assim, o presente trabalho visa demonstrar a dupla punição sofrida por mulheres e a ausência de políticas públicas a respeito da situação de privação de liberdade e dos cuidados especiais devidos a elas. Faz-se, então, um estudo sobre o levantamento de dados disponibilizado pelo Departamento Penitenciário Nacional, sob a ótica de uma criminologia feminista que nos auxilia a entender as ineficiências do Estado, apontando também os aspectos negativos do encarceramento feminino para toda a família, filhos e, consequentemente, para a sociedade. Fizeram parte do acervo o INFOPEN MULHERES (2018) a pesquisa realizada na Penitenciária Feminina Madre Petellier em Porto Alegre/RS, desenvolvida por Larissa Urruth Pereira e Gustavo Noronha de Ávila, sobre maternidade no cárcere, além de estudos importantes acerca da luta pela igualdade de gênero e empoderamento feminino semeado por uma criminologia feminista discutida por Soraia da Rosa Mendes (2017). Em síntese, pela revisão de leitura, pretende-se demonstrar a falácia reproduzida pelo sistema punitivo brasileiro, denunciando o desestrutura do Estado em oferecer um cumprimento de pena digno para mulheres, reproduzindo uma violência de gênero preocupante.pt_BR
dc.languagepor-
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectCriminologiapt_BR
dc.subjectGêneropt_BR
dc.subjectCárcerept_BR
dc.titleMulheres, jovens, mães e milhares - uma análise jurídica do atual perfil da mulher encarcerada no Brasilpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.contributor.advisor1ÁVILA, Gustavo Noronha de-
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.initialsUNICESUMAR-
Aparece nas coleções:DIREITO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Trabalho de Conclusão de Curso TCC.pdfPDF227.1 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.