01 - CAMPUS MARINGÁ 1. TCC AGRONOMIA
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7390
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorCAOBIANCO, Gustavo Gasparelli-
dc.date.accessioned2021-02-12T13:44:27Z-
dc.date.available2021-02-12-
dc.date.available2021-02-12T13:44:27Z-
dc.date.issued2021-02-12-
dc.identifier.citationCAOBIANCO, Gustavo Gasparelli. Uso da cinza vegetal na produção de Beta ulgaris esculenta. 19f. 2020. Unicesumar - Universidade Cesumar: Maringá 2020.pt_BR
dc.identifier.otherPresencialpt_BR
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/7390-
dc.description.abstractNowadays, a lot of waste is generated and ends up not having a correct destination. However, many of these substrates can be used as fertilizers, as is the case with the forest biomass residue used in the experiment. This ash has large amounts of chemical elements that serve as nutrients for the soil and, consequently, for plants, as well as for soil acidity correction. To increase the productivity of vegetables, soil with large nutritional amounts is required. Thus, this work intended to evaluate the beet production under different doses of vegetable ash. The soil was collected at a depth of 0 - 20 cm, mixed with the treatments and placed in pots. Six treatments were used, with seven repetitions each. The treatments of vegetable ash doses that were administrated are: 0; 7; 14; 21; 28 and 35 g.dm⁻³. The physiological parameters analyzed were root weight, root diameter, number of leaves, leaf area of the plants, fresh and dry weight of the root and aerial and pH evaluation. Through this work it can be observed that the beet plants corresponded significantly to the fertilization with ash, so that doses up to 30 g.dm-3 promoted considerable increases in the evaluated characteristics. In addition to the properties of the plants, the ash also provided an improvement in the chemical qualities of the pH, CTC, SB, macronutrients and micronutrients, serving as an alternative to beet production in a sustainable way.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCinzas vegetaispt_BR
dc.subjectCultivo de Beterrabapt_BR
dc.subjectProdução Orgânicapt_BR
dc.subjectReaproveitamento de resíduos orgânicospt_BR
dc.titleUso da cinza vegetal na produção de Beta ulgaris esculentapt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.contributor.advisor1PACCOLA, Edneia Aparecida de Souza-
dc.contributor.referee1PACCOLA, Edneia Apa. de Souza-
dc.contributor.referee2MORESKI, Humberto-
dc.contributor.referee3GASPAROTTO, Francielli-
dc.description.resumoNo mundo atual, muitos resíduos são gerados e acabam não tendo uma destinação correta. No entanto, muitos desses substratos podem ser utilizados como adubos, como é o caso do resíduo da biomassa florestal utilizada neste experimento. Esta cinza apresenta grandes quantidades de elementos químicos que servem de nutrientes para o solo e, consequentemente, para as plantas, bem como para a correção de acidez do solo. Para aumentar a produtividade de hortaliças é necessário um solo com grandes quantidades nutricionais. Desse modo, este trabalho teve por objetivo avaliar a produção da beterraba sob diferentes doses de cinza vegetal. O solo foi coletado em uma profundidade de 0 – 20 cm, misturado com os tratamentos e colocado em vasos. Foram utilizados seis tratamentos, com sete repetições cada. Os tratamentos de doses de cinza vegetal que foram administrados são: 0; 7; 14; 21; 28 e 35 g dm ⁻³. Os parâmetros fisiológicos analisados foram peso das raízes, o diâmetro das raízes, número de folhas, área foliar das plantas, peso fresco e seco da raiz e parte aérea e avaliação do pH. Por meio deste trabalho pode-se observar que as plantas de beterraba corresponderam significativamente para a adubação com cinzas, de modo que doses até 30 g.dm-3 promoveram aumentos consideráveis nas características avaliadas. Além das propriedades das plantas, as cinzas também proporcionaram melhoria nas qualidades químicas do solo de pH, CTC, SB, macronutrientes e micronutrientes, servindo como uma alternativa para produção de beterraba de forma sustentável.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUNICESUMARpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIApt_BR
Aparece nas coleções:AGRONOMIA

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CAOBIANCO, Gustavo Gasparelli.pdfArtigo apresentado ao Curso de Graduação em Agronomia da UNICESUMAR - Universidade Cesumar, como requisito parcial para a obtenção do título de Bacharel em Agronomia, sob a orientação da Profa. Dra. Edneia Aparecida de Souza Paccola.353.62 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.