EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica VI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (27 a 30 de Outubro de 2009)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6065
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorTONELLI, Marcos Kauling-
dc.creatorGOTARDO, Vagner-
dc.creatorCICHELERO, Willian-
dc.creatorZONETTI, Patrícia da Costa-
dc.creatorSCHUAB, Sandra Regina Pelegrinello-
dc.date.accessioned2020-09-30T11:26:08Z-
dc.date.available2020-09-30T11:26:08Z-
dc.date.issued2009-10-27-
dc.identifier.issn9788561091057pt_BR
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/6065-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectTeste de germinaçãopt_BR
dc.subjectEstressept_BR
dc.subjectResistência vegetalpt_BR
dc.subjectÁcido salicílicopt_BR
dc.titleINFLUÊNCIA DO PRÉ-TRATAMENTO DE SEMENTES DE SOJA, SUBMETIDAS AO ESTRESSE HÍDRICO, COM ÁCIDO SALICÍLICOpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoO ácido salicílico, nos vegetais, promove uma série de efeitos, tendo sido, por isso mesmo, sugerido que esse composto seja classificado como um Fitohormônio. Dessa forma, o presente projeto visou avaliar a capacidade de germinação e de desenvolvimento de sementes de soja embebidas no ácido salicílico e posteriormente induzidas ao estresse hídrico. Sementes da cultivar BRS – 232 foram embebidas em ácido salicílico nas doses de 0; 10; e 50 mg/L, por um período de 24 horas e posteriormente foram colocadas em rolos de papel germitest umedecidos com solução de polietileno glicol em potencial osmótico de -0,2 MPa para germinação das sementes sob estresse hídrico. A primeira contagem do teste de germinação foi realizada no quinto dia após a semeadura e a contagem final no oitavo dia após a semeadura, foram ainda avaliados: o comprimento da raiz e hipocótilo, biomassa seca da raiz e hipocótilo. A concentração de 50 mg/L de ácido salicílico apresentou melhores resultados para o comprimento de raiz, com crescimento médio máximo de 13,74cm. As demais variáveis avaliadas não apresentaram resultados estatisticamente significativos pelo teste de Tukey.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUNICESUMARpt_BR
dc.subject.cnpqCNPqpt_BR
Aparece nas coleções:VI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (27 a 30 de Outubro de 2009)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Marcos_Kauling_Tonelli.pdf101.96 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.