EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica VII EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (25 à 28 de Outubro de 2011)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/5764
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorPORTO, Alessandra Beggiato-
dc.creatorSANTOS, Aurélio Grimble Izumi Gonçalves dos-
dc.creatorD'ELAQUA, Marco Antônio-
dc.creatorPAÍFICO, Tatiane da Silva-
dc.creatorMARTINS, Raquel de Melo-
dc.date.accessioned2020-05-05T18:07:04Z-
dc.date.available2020-05-05T18:07:04Z-
dc.date.issued2011-10-25-
dc.identifier.isbn978-85-8084-055-1-
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/5764-
dc.description.abstractA manutenção do equilíbrio corporal demanda atenção para sua realização. Quanto mais complexa a postura adotada (i.e., menor base de suporte), maior é a demanda de atenção necessária para a manutenção do equilíbrio. O tempo de reação (TR) é uma das medidas mais comum para a análise da atenção. Desta forma, foi analisado o efeito de diferentes posturas sobre a demanda de atenção. Para isso, 16 universitários, idade média 21,87, (DP=4,71), responderam ao software de TR de escolha “Reaction Time” (Okazaki,2010). A tarefa consistia em responder 5 vezes o mais rápido possível à estímulos visuais (TR simples e duplo) nas seguintes posturas de bases de suporte: deitado, sentado, unipodal, bipodal, tandem e semi-tandem. O TR foi mensurado pressionando um botão de um dispositivo quando um estímulo visual aparecia em uma tela de computador. Foi feita a análise descritiva pela média e desvio padrão do TR. Cada base de suporte analisada foi comparada por meio de uma ANOVA two way com nível de significância de P≤0,05. Houve maior TR na situação com dois estímulos de resposta (TR duplo), em comparação ao TR simples. Não houve diferença significativa em relação às posturas analisadas, uma vez que na realização de uma tarefa simples de apertar o botão ao estímulo, a tarefa motora pode ter sido simples não tanta requerendo atenção do participante. Assim, é possível confirmar que o TR aumenta com o aumento de estímulos recebidos, porém se torna indiferente em relação à base de suporte que o indivíduo se encontra.pt_BR
dc.languagepor-
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectBases de suportept_BR
dc.subjectEstímulos visuaispt_BR
dc.subjectTempo de reaçãopt_BR
dc.titleEFEITO DE DIFERENTES POSTURAS SOBRE O TEMPO DE REAÇÃOpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.initialsUNICESUMAR-
Aparece nas coleções:VII EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (25 à 28 de Outubro de 2011)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
alessandra_beggiato_porto.pdfTrabalho apresentado na modalidade painel no VII Encontro Internacional de Produção Científica (25 a 28 de Outubro de 2011)125.16 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.