01 - CAMPUS MARINGÁ 3. TESES E DISSERTAÇÕES PROMOÇÃO DA SAÚDE
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/549
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorVAZ, Diana Souza Santos-
dc.date.accessioned2018-05-28T16:06:05Z-
dc.date.available2018-05-28T16:06:05Z-
dc.date.issued2015-02-26-
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/549-
dc.description.abstractA transição entre o término da vida escolar e o início da vida acadêmica geralmente é representada por mudanças, que além de marcar o fim da adolescência e o início da idade adulta, implicam em responsabilidades relacionadas com a moradia, com a administração de recursos financeiros e com a alimentação. Caracterizada por novas experiências, a vida universitária causa diversas mudanças em tudo que envolve a vida desses indivíduos, o que reflete de forma expressiva nas escolhas alimentares. O presente estudo propôs caracterizar o comportamento alimentar, o estado nutricional e o risco cardiovascular de universitários de Maringá. Pesquisa quantitativa, transversal, com coleta de dados primários, em que foram avaliados universitários, com idade igual ou superior a 20 anos, regularmente matriculados, no período diurno e noturno, nos cursos das áreas de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Ciências Biológicas e da Saúde, Ciências Exatas, Tecnológicas e Agrárias de um Centro Universitário localizado no Noroeste do Paraná. Os dados foram coletados no período de abril a junho de 2014. Para a caracterização da amostra foram elaboradas tabelas de frequências simples e cruzadas. Para as variáveis quantitativas foram calculadas a média e o desvio padrão. Para testar as possíveis diferenças significativas para as variáveis estado nutricional, risco cardiovascular, restrição alimentar, ingestão emocional e ingestão externa foi aplicado o Teste de Wilcoxon (scores) e Teste Exato de Fisher. Para todos os testes utilizou-se como regra de rejeição da Hipótese H0, um nível de confiança de 95% (α= 0,05), ou seja, p-valor ≤ 0,05. O estado nutricional foi determinado por meio do indicador nutricional índice de massa corporal, o risco para doença cardiovascular pela circunferência da cintura e o comportamento alimentar foi avaliado utilizando-se o Questionário Holandês de Comportamento Alimentar. Foram avaliados 324 universitários, sendo 121 (37,34%) homens e 203 (62,65%) mulheres. Destes, 112 (34,56%) eram ingressantes e 212 (65,43%) concluintes. A média de idade dos estudantes foi de 24 ± 5,04 anos, da estatura de 1,68 ± 0,09 cm, do peso de 69,07 ±17,15 kg e a média do índice de massa corporal foi de 24,64 kg/m². Em relação ao sexo, pode-se observar redução no percentual de mulheres com peso adequado e aumento no percentual de universitárias com baixo peso, excesso de peso e obesidade classe I e II. Nos homens, observou-se aumento no percentual de universitários com baixo peso, peso adequado, e obesidade classe I e II. Quanto ao risco para doença cardiovascular, verificou-se aumento no percentual de universitários que apresentaram risco. Em ambos os sexos a maior média de escores foi para a ingestão externa, observa-se nas mulheres a media dos escores para ingestão emocional foi maior nas concluintes, enquanto que nos homens, nota-se aumento na média de escores para a ingestão externa e redução na média de escores para ingestão restritiva, dos concluintes quando comparados com os ingressantes. No entanto, os resultados encontrados não apresentaram diferença significativa entre as variáveis. Conclusão: A vida universitária não mudou o estado nutricional, nem aumentou o risco cardiovascular e não influenciou no comportamento alimentar dos estudantes.pt_BR
dc.languagepor-
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectEstado nutricionalpt_BR
dc.subjectDoenças cardiovascularespt_BR
dc.subjectComportamento alimentarpt_BR
dc.titleComportamento alimentar, estado nutricional e risco cardiovascular de universitários de uma instituição particular do Noroeste do Paranápt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1BENNERMANN, Rose Mari-
dc.contributor.advisor-co1MAGALHÃES, Paula-
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.initialsUNICESUMAR-
Aparece nas coleções:PROMOÇÃO DA SAÚDE

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DIANA SOUZA SANTOS VAZ.pdfDissertação678.79 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.