01 - CAMPUS MARINGÁ 1. TCC ODONTOLOGIA
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/5332
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSANDRI, João Ary Passamani-
dc.creatorOLIVEIRA JÚNIOR, Sergio Janguas de-
dc.date.accessioned2020-03-16T19:35:46Z-
dc.date.available2020-03-16T19:35:46Z-
dc.date.issued2019-11-10-
dc.identifier.citationSandri, João Ary Passaman; Oliveira Júnior, Sergio Janguas de. Traumatismos dentários causados durante a prática de artes marciais em atletas amadores do município de Maringá-PR. 26f. 2019. Artigo apresentado ao Curso de Graduação em Odontologia da UniCesumar – Centro Universitário de Maringá como requisito parcial para a obtenção do título de Bacharel (a) em Odontologia, sob a orientação do Prof. Dr. Wagner Simm, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/5332-
dc.descriptionArtigo apresentado ao Curso de Graduação em Odontologia da UniCesumar – Centro Universitário de Maringá como requisito parcial para a obtenção do título de Bacharel (a) em Odontologia, sob a orientação do Prof. Dr. Wagner Simm.pt_BR
dc.description.abstractEste estudo analisou a eficiência dos protetores bucais utilizados por atletas amadores de artes marciais, avaliando a incidência de lesões dentarias durante a atividade esportiva, de acordo com as diferentes modalidades de luta e a utilização ou não do protetor bucal. Foi aplicado um questionário com 6 tópicos de diferentes perguntas: o primeiro refere-se à identificação do participante, o tempo de prática esportiva e a modalidade em que se encaixa; o segundo é sobre a prevalência das lesões bucais; o terceiro trata da importância do uso de dispositivos de proteção; o quarto aborda questões que devem ser respondidas apenas para quem usa algum protetor; o quinto foi respondido somente pelo participante que não usa protetor; a última questão aborda os conhecimentos acerca dos dispositivos. Foi realizada uma análise descritiva dos resultados para a obtenção de gráficos e tabelas de frequência, com o intuito de caracterizar os indivíduos, utilizando a frequência absoluta e a porcentagem para as variáveis categóricas. Foram entrevistados 230 atletas e destes, 52 (22,61%), relataram ter sofrido algum tipo de lesão oral; quanto à modalidade de artes marciais, vê-se uma predominância da modalidade do tipo percussão, realizada por 82,17% dos entrevistados, enquanto 16,08% praticam modalidades do tipo domínio e apenas um respondente (0,43%) relatou o tipo mista. Os atletas lesionados da modalidade percussão obtiveram uma frequência absoluta correspondente a 34 (15% da amostra), já os esportistas da modalidade domínio atingiram a frequência de 16 (7% do total da amostra). Em vista disso, o trabalho relata a incidência de lesões de acordo com as variáveis: modalidade e utilização do protetor bucal no momento da lesão. Uma das condições de prevenção é o uso de protetores bucais que, se devidamente instalados e ajustados, permitem a proteção das estruturas orofaciais.pt_BR
dc.languagepor-
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectArtes Marciaispt_BR
dc.subjectInquérito de Saúde Bucalpt_BR
dc.subjectTraumatismos Dentáriospt_BR
dc.titleTraumatismos dentários causados durante a prática de artes marciais em atletas amadores do município de Maringá-PRpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.contributor.advisor1BERNUCI. Marcelo Picinin-
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.initialsUNICESUMAR-
Aparece nas coleções:ODONTOLOGIA

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO.pdfSandri, João Ary Passamani; Oliveira Júnior, Sergio Janguas de825.06 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.