01 - CAMPUS MARINGÁ 1. TCC ARQUITETURA E URBANISMO
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/5222
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSANTOS, Letícia Rafaella Souza Alves dos-
dc.date.accessioned2020-03-10T19:44:42Z-
dc.date.available2020-03-10T19:44:42Z-
dc.date.issued2019-11-10-
dc.identifier.citationSantos, Letícia Rafaella Souza Alves dos. Arquitetura Museológica: sob o olhar do caminhante. 45f. 2019. Artigo apresentado ao Curso de Graduação em Arquitetura e Urbanismo da UniCesumar – Centro Universitário de Maringá, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/5222-
dc.descriptionArtigo apresentado ao Curso de Graduação em Arquitetura e Urbanismo da UniCesumar – Centro Universitário de Maringá como requisito parcial para a obtenção do título de Bacharel(a) em Arquitetura e Urbanismo, sob a orientação da Profª. Me. Patrícia Bruder Barbosa Olini.pt_BR
dc.description.abstractA arquitetura museológica encontra-se presente nas cidades há um longo período, e, conforme a sociedade vai evoluindo e as necessidades mudando, essa arquitetura precisa acompanhar e estar a par dos interesses dessa “nova” população do século XXI. Sendo assim, um questionamento pode ser levantado: como convidar e atrair esse usuário evoluído da atualidade à uma edificação que, de certo modo, é a mesma? Com isso, o presente artigo irá apontar as fases de projeto nas quais o museu passou ao longo do tempo e discutir como a arquitetura tem uma interferência direta na relação do usuário-edificação, além de enfatizar a temática da qualidade espacial, a partir do ponto de vista do caminhante no meio em que está inserido, utilizando-se das estratégias de corpografia arquitetônica. Vale ressaltar que o programa inicial dos museus não se encaixa na cidade atual e precisa incorporar essas novas necessidades impostas pelos cidadãos. Com isso, as condições de legibilidade; e comodidade serão abordadas e discutidas, verificando de qual maneira podem ser incorporadas na arquitetura para auxiliar e aumentar o interesse na edificação. Ademais, utilizando-se da metodologia bibliográfica, exploratória e empírica, será abordado como exemplo desses itens o museu Guggenheim, em Nova Iorque, visando como resultado de pesquisa o auxílio na elaboração de projetos arquitetônicos em que o contato com o público se torne maior e faça parte da arquitetura, além de ter como efeito espaços urbanos interessantes, promovendo assim, uma qualidade espacial.pt_BR
dc.languagepor-
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectCorpografia Arquitetônicapt_BR
dc.subjectMuseu Guggenheimpt_BR
dc.subjectQualidade Espacialpt_BR
dc.titleArquitetura Museológica: sob o olhar do caminhantept_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.contributor.advisor1OLINI, Patrícia Bruder Barbosa-
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.initialsUNICESUMAR-
Aparece nas coleções:ARQUITETURA E URBANISMO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO.pdfSantos, Letícia Rafaella Souza Alves dos34.94 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.