EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica VII EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (25 à 28 de Outubro de 2011)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/4832
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSALEM, Najla Feres Mohamed-
dc.creatorPEGORARO, Jaqueline-
dc.creatorSANTOS, José Maurício Gonçalvez dos-
dc.creatorANDREAZZI, Marcia Aparecida-
dc.date.accessioned2020-02-04T13:15:12Z-
dc.date.available2020-02-04T13:15:12Z-
dc.date.issued2011-10-25-
dc.identifier.isbn978-85-8084-055-1-
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/4832-
dc.description.abstractA indústria de suco de laranja produz como subproduto o bagaço de laranja ou polpa de laranja que compreende aproximadamente 50% do total da fruta. O Brasil é atualmente o maior produtor mundial de laranja e de bagaço de laranja, por alguns chamado de polpa de laranja; respondendo por 29% do volume da fruta comercializada no mercado externo, destacando-se principalmente o estado de São Paulo.A aproximadamente 20 anos, a região norte e noroeste do Paraná também tem se destacado como produtora de suco de laranja e, portanto, de bagaço de laranja, o qual, se não for aproveitado, constitui-se num problema sério de contaminação ambiental . Os produtores vêm fazendo uso deste material na alimentação animal, porém sem um balanceamento adequado, para permitir bons rendimentos em produção de leite e carne. O bagaço de laranja constitui-se numa alternativa para ser usado na alimentação animal, como uma alternativa aos grãos de cereais, diminuindo assim os custos e eliminando resíduos com potencial de poluição ambiental. O bagaço de laranja produzido em diferentes locais pode variar consideravelmente quanto à composição química e valor nutritivo. As diferenças nos processos de desidratação, fontes e variedades das frutas, e o tipo de operação pelo qual o resíduo da fruta é obtido, podem resultar em variações no conteúdo de nutrientes do subproduto final. Desta forma, o objetivo desta revisão é realizar um levantamento de dados sobre a viabilidade da utilização do bagaço de laranja na alimentação animal, através da caracterização do volume, quantidade e composição do bagaço produzido produzida pela empresas de citricultura instaladas na região norte e noroeste do Paraná, identificar os possíveis empregos deste bagaço e revisar os resultados de pesquisas existentes na região sobre o uso do bagaço de laranja nas rações de diferentes espécies animais. Com este levantamento de dados e revisão bibliográfica, espera-se ter resultados mais consistentes sobre a viabilidade prática e econômica da inclusão do bagaço da laranja nas rações de animais na região norte e noroeste do Paraná.pt_BR
dc.languagepor-
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectLaranjapt_BR
dc.subjectNutrição animalpt_BR
dc.subjectSubproduto da citriculturapt_BR
dc.titleUSO DE BAGAÇO DE LARANJA NA ALIMENTAÇÃO ANIMALpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.initialsUNICESUMAR-
Aparece nas coleções:VII EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (25 à 28 de Outubro de 2011)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
najla_feres_mohamed_salem2.pdfTrabalho apresentado na modalidade grupo de discussão no VII EPCC Encontro Internacional de Produção Científica (25 a 28 de outubro de 2011)77.6 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.