01 - CAMPUS MARINGÁ 1. TCC ARQUITETURA E URBANISMO
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/416
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorMORO, Letícia-
dc.date.accessioned2018-03-20T19:21:02Z-
dc.date.available2018-03-20T19:21:02Z-
dc.date.issued2017-12-01-
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/416-
dc.descriptionArtigo apresentado ao Curso de Graduação em Arquitetura e Urbanismo da UniCesumar – Centro Universitário de Maringá como requisito parcial para a obtenção do título de Bacharel(a) em Arquitetura e Urbanismo, sob a orientação do Prof. Cássio Tavares de Menezes Junior.pt_BR
dc.description.abstractThis article shows off how to adequate the humanization and the flexibility of the expansion on the hospital architecture, quite recurrent nowadays, to improve the well-being of the people whom will use the health network; which objective is to think over about the question of humanization on the physical environment of hospitals, emphasizing the comfort on aspects like, lighting, colors use, airing, thermal comfort and landscaping. Now the concept of flexibility has the constructive shape and configuration that allows a diversification of methods of uses. Therefore these factors they favor the process of adaptation and healing of the patients.-
dc.languagepor-
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectArquitetura Hospitalarpt_BR
dc.subjectFlexibilidadept_BR
dc.subjectHumanizaçãopt_BR
dc.titleHumanização e flexibilidade na arquitetura hospitalarpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.contributor.advisor1MENEZES JUNIOR, Cássio Tavares de-
dc.description.resumoO presente artigo apresenta como se adequar à humanização e a flexibilidade de expansão na arquitetura hospitalar, bastante recorrente hoje, para melhorar o bem-estar das pessoas que utilizarão a rede de saúde; cujo objetivo é refletir sobre a questão da humanização no ambiente físico hospitalar, enfatizando o conforto ambiental nos aspectos da iluminação, da utilização da cor, ventilação, conforto térmico e paisagismo. Já o conceito de flexibilidade tem a configuração construtiva e formal que permite uma diversidade de formas de uso. Assim, estes fatores facilitam o processo de adaptação e cura dos pacientes.-
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.initialsUNICESUMAR-
Aparece nas coleções:ARQUITETURA E URBANISMO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LETÍCIA MORO.pdfpdf13.11 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.