EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica XI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (29 à 30 de Outubro de 2019)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/3970
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorANIZELLI, Adriana Cristina-
dc.creatorPETTRY, Fernanda Luiza Buzzo-
dc.creatorOLIVEIRA, Mariana Luísa Chiezi De-
dc.creatorCAVALIERI, Fabio Luiz Bim-
dc.creatorANDREAZZI, Marcia Aparecida-
dc.creatorEMANUELLI, Isabele Picada-
dc.date.accessioned2020-01-08T13:47:32Z-
dc.date.available2020-01-08T13:47:32Z-
dc.date.issued2019-10-30-
dc.identifier.isbn978-85-459-1960-5-
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/3970-
dc.description.abstractA lactação fisiológica só se efetiva quando ocorre a gestação. Na ocorrência de falhas reprodutivas não ocorrerá a subsequente produção de leite. Em se tratando de animais de alta produção, isso gera declínio na produção de leite, aumenta o intervalo entre partos e o descarte precoce de animais. Como alternativa, existem os protocolos de indução de lactação compostos por combinações hormonais, simulando os períodos finais da gestação. Embora estes protocolos possam favorecer economicamente a cadeia produtiva leiteira, existem pontos a serem investigados. Este trabalho terá como objetivo avaliar o leite de vacas submetidas ao protocolo de indução de lactação, estabelecendo as curvas de decaimento dos resíduos hormonais. O estudo será conduzido na fazenda do Centro Universitário de Maringá, utilizará um total de 7 vacas, sendo 5 submetidas ao protocolo hormonal e 2 com lactação fisiológica. O protocolo aplicado será composto pelos hormônios: Somatotropina bovina (BST- 500mg) a cada 7 dias, benzoato de estradiol (BE-30ml) por 8 dias e (20ml) por mais 6 dias, progesterona(P4-2ml) por 8 dias, dexametasona (DEX-40ml) nos 3 dias que antecedem a ordenha e Cloroprostenol (2ml) no dia anterior ao início da adaptação na ordenha, totalizando 14 amostras de 50 ml cada. As amostras coletadas serão submetidas a análise dos resíduos hormonais no CL/EM. Com estes dados,será realizada uma avaliação de seguridade alimentar do produto e a sustentabilidade. Almeja- se com isso, traçar um diagnóstico do uso do protocolo de indução de lactação sobre a seguridade alimentar e sustentabilidade dentro da cadeia produtiva de leite.pt_BR
dc.languagepor-
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectBovinocultura sustentávelpt_BR
dc.subjectProtocolo de indução de lactaçãopt_BR
dc.subjectSegurança alimentarpt_BR
dc.titleINDUÇÃO ARTIFICIAL DA LACTAÇÃO: RESÍDUOS HORMONAIS E SUSTENTABILIDADE SOCIOAMBIENTALpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.initialsUNICESUMAR-
Aparece nas coleções:XI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (29 à 30 de Outubro de 2019)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ADRIANA CRISTINA ANIZELLI.pdfTrabalho apresentado na modalidade painel no XI Encontro Internacional de Produção Científica (29 a 30 de outubro de 2019)218.94 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.