EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica XI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (29 à 30 de Outubro de 2019)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/3521
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorDUDA, oão Victor Guedes-
dc.creatorROSA, Anne Caroline Santa-
dc.creatorSIERVO, Glaucia E. M De Lion-
dc.creatorFERNANDES, Glaura Scantamburlo Alves-
dc.creatorSANT ?ANA, Débora de Mello Gonçalves-
dc.creatorSCHNEIDER, Larissa Carla Lauer-
dc.date.accessioned2019-12-11T16:45:47Z-
dc.date.available2019-12-11T16:45:47Z-
dc.date.issued2019-10-29-
dc.identifier.isbn978-85-459-1960-5-
dc.identifier.issn2594-4991-
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/3521-
dc.description.abstractO sono desempenha um papel fundamental para a preservação do organismo, a privação do mesmo pode acarretar em inúmeras consequências para o corpo, como estresse excessivo. Segundos estudos, o estresse pode afetar a permeabilidade do epitélio absortivo do intestino por exemplo. A finalidade deste artigo é observar as consequências do estresse causado pela restrição de sono no intestino delgado, para isso foi feita a análise quantitativa das células caliciformes,que secretam glicoproteínas presentes na mucosa intestinal, bem como a análise quantitativa dos colágenos tipo I e III. Para isso foram utilizados 12 Rattus norvegicus machos Wistar pesando cerca de 125g e com 30 dias de idade,aleatoriamente distribuídos em dois grupos, Controle (CTL) (n=6) e Restrição de Sono (RS) (n=6). Os animais de RS foram expostos a privação de sono paradoxal pelo método da plataforma múltipla modificada, mantidos acordados diariamente por 18h consecutivas. Enquanto o grupo CTL esteve condicionado a um ciclo de 12h claro-escuro. Após 21 dias sob essas condições foi realizada a eutanásia dos ratos e, então, coletados 2cm de seus íleos, o material passou pelo processamento histológico e por fim foi corado com Alcian Bluep.H. 1.0 e 2.5, Picrosirius e P.A.S (Ácido Periódico de Schiff). A análise referente ao colágeno não demonstrou alterações significativas tanto no tipo I quanto no tipo III,bem como as células caliciformes produtoras de mucinas neutras,porém nas células caliciformes secretoras de mucinas ácidas houve uma divergência considerável em sua população quando comparamos o grupo RS com o grupo CTL.pt_BR
dc.languagepor-
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectIntestino delgadopt_BR
dc.subjectMucosa intestinalpt_BR
dc.subjectTecido conjuntivopt_BR
dc.titleANÁLISE QUANTITATIVA DAS CÉLULAS CALICIFORMES E COLÁGENO TIPO I E III NO ÍLEO DE RATOS EXPOSTOS A RESTRIÇÃO DE SONOpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.initialsUNICESUMAR-
Aparece nas coleções:XI EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (29 à 30 de Outubro de 2019)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JOÃO VICTOR GUEDES DUDA.pdfTrabalho apresentado na modalidade comunicação oral no XI Encontro Internacional de Produção Científica (29 a 30 de outubro de 2019)368.78 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.