EVENTOS EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica IX EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (03 à 06 de Novembro de 2015)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/3040
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorBILOTTI, Carolina Correia-
dc.creatorLUCENA, Tiago Franklin Rodrigues-
dc.creatorBERNUCI, Marcelo Picinin-
dc.date.accessioned2019-11-25T19:28:29Z-
dc.date.available2019-11-25T19:28:29Z-
dc.date.issued2015-11-04-
dc.identifier.isbn978-85-8084-996-7
dc.identifier.urihttp://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/3040-
dc.description.abstractO estigma social que o câncer possui, por vezes torna o paciente vulnerável emocionalmente, nessa circunstância o apoio afetivo-emocional ou informativo é essencial, no entanto devido à dificuldade das pessoas que não vivenciam essa condição de dimensionarem o que é conviver com o câncer, encontrar auxilio nas comunidades onlines formadas por pessoas na mesma situação, podem contribuir no melhor enfrentamento da doença e adaptação às etapas do tratamento. Com o intuito de apresentar um panorama do uso das ferramentas de comunicação online por usuários com câncer no mundo, o artigo busca traçar um perfil de uso, identificar vantagens e sucesso em alguns casos. Elegeu-se uma revisão sistematizada de acordo com as recomendações prisma como método de pesquisa, uma busca de estudos publicados nos últimos cinco anos (201-2015) foi realizada em duas bases de dados cientificas em saúde (PubMed e Cochrane) utilizando os seguintes descritores: Câncer, Internet, Redes sociais. Aplicando os seguintes critérios de inclusã o: Utilizam algum tipo de rede social direcionada para pesquisa ou intervenção de assuntos relacionados ao câncer e textos completos disponíveis publicamente. E os critérios de exclusão: Artigos de revisão de literatura e estudo duplicados. A busca resultou em um número de cinquenta e um (51) artigos, que após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão reduziram para oito (8) estudos, sendo quatro localizados na base Cochrane e quatro na base PubMed. Todos os artigos selecionados tiveram origem internacional, em sua totalidade os estudos se concentram na área de medicina e saúde. Em relação à intensão de uso, cinco artigos apontaram o uso com a intenção de prevenção e incentivo para práticas de hábitos saudáveis, dois direcionados para o relato de pacientes portadores ou sobreviventes do câncer e um direcionado para o recrutamento de indivíduos para realização de intervenção. O público alvo dos estudos se concentraram em sua maior parte em jovens e adolescentes. Sobre o tipo de rede social utilizada destaca-se a adoção por grande parte dos estudos da criação de redes online e sites como ferramentas para interação com o público alvo. Conclui-se que existem grandes benefícios da aplicação das comunidades virtuais para estimular mudanças de hábitos, criar integração entre pessoas com situações semelhantes, principalmente quando as ações são feitas observando as características do público alvo, nesse sentindo é necessário considerar as comunidades onlines como um novo caminho para ações de promoção da saúde.pt_BR
dc.languagepor-
dc.publisherUNIVERSIDADE CESUMARpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectComunidades onlinept_BR
dc.subjectDoença crônicapt_BR
dc.subjectInternetpt_BR
dc.subjectNeoplasiapt_BR
dc.titleUM PANORAMA DO USO DAS COMUNIDADES ONLINE DIRECIONADAS AO CÂNCERpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.initialsUNICESUMAR-
Aparece nas coleções:IX EPCC - Encontro Internacional de Produção Científica (03 à 06 de Novembro de 2015)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
carolina_correia_bilotti_2.pdfTrabalho apresentado na modalidade painel no IX Encontro Internacional de Produção Científica (03 a 06 de novembro de 2015)320.02 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.